Dow Jones sobe ligeiramente liderado por Verizon e Chevron; Nasdaq Composite cai

LinkedIn

O Dow Jones subiu em negociações voláteis na quarta-feira (17), em ritmo para bater outro fechamento recorde, impulsionado por um salto nas ações da Verizon (VZ, VERZ34) e da Chevron (CVX, CHVX34).

O Dow Jones subiu 0,29%. O S&P 500 perdeu -0,03%, liderado por tecnologia e materiais. O Nasdaq Composite caiu -0,58%, enquanto a Apple (AAPL, AAPL34) caiu -2%.

A Verizon, membro da Dow Jones, foi uma das maiores ganhadoras depois que a Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, revelou uma participação considerável na gigante das telecomunicações. As ações subiram 3,7% depois que o último relatório mostrou que a Berkshire comprou mais de US$ 8 bilhões em ações no quarto trimestre, tornando a Verizon uma das seis maiores participações do conglomerado.

A Chevron deu um salto de 3,5%, já que a Berkshire revelou também uma grande participação na empresa de energia no último trimestre.

O S&P 500 reduziu ligeiramente as perdas após a ata da última reunião do Federal Reserve que sinalizou que a política monetária fácil veio para ficar, já que a economia não está nem perto dos níveis pré-pandêmicos.

Surpresa nas vendas no varejo

Os investidores também ponderaram a melhoria dos dados econômicos com o aumento das expectativas de inflação. As vendas no varejo aumentaram 5,3% em janeiro, ultrapassando a estimativa do Dow Jones de alta de 1,2%. O salto nos gastos do consumidor pode alimentar ainda mais as expectativas de inflação, que já aumentaram significativamente os rendimentos dos títulos recentemente.

Sinais de uma aceleração nas pressões de preços já surgiram à medida que a economia se recupera da recessão induzida pela pandemia com estímulos fiscais e monetários históricos. O Departamento do Trabalho disse na quarta-feira que o índice de preços ao produtor, uma medida dos preços que as empresas recebem por seus bens e serviços, subiu 1,3% em janeiro, o maior salto desde o início do índice em dezembro de 2009.

Os rendimentos do Tesouro continuaram subindo na quarta-feira, com a taxa de 10 anos atingindo uma alta de 1,33%, um nível visto pela última vez em fevereiro de 2020. O rendimento de 30 anos se manteve estável depois de atingir seu nível mais alto em um ano no pregão anterior.

Para traders preocupados com a redução do Fed, o banco central disse que seu programa de compra de títulos continuaria “pelo menos no ritmo atual até que progressos substanciais em direção a suas metas de emprego e inflação sejam alcançados”, de acordo com a ata.

Ainda assim, alguns em Wall Street acreditam que taxas mais altas podem levar os investidores a mudarem de ativos de alto risco para títulos, enquanto podem prejudicar empresas em crescimento, que se beneficiaram com o ambiente de taxas baixas.

A taxa de referência de 10 anos caiu para uma baixa de todos os tempos de 0,318% em março, em meio a uma fuga histórica para títulos na profundidade da crise do coronavírus.

Na quarta-feira, o  Cboe Volatility Index, também conhecido como o melhor medidor de medo de Wall Street, subiu acima de 21. O VIX fechou abaixo de 20 na sexta-feira na primeira violação significativa do limite desde fevereiro de 2020.

Em outras partes do mercado, o bitcoin ultrapassou US$ 52.000 pela primeira vez, enquanto seu aumento vertiginoso para níveis recordes continuava.

Deixe um comentário