Porto Seguro (PSSA3): Lucro líquido de R$ 1,69 bilhão em 2020, com alta de 22,3% e queda na sinistralidade

LinkedIn

A Porto Seguro teve lucro líquido de R$ 1,695 bilhão em 2020, resultado 22,3% superior ao do ano anterior. No quarto trimestre, o ganho líquido foi de R$ 409,2 milhões, alta de 10,3%. O resultado foi beneficiado por prêmios melhores e menor sinistralidade.

Os resultados da Porto Seguro (BOV:PSSA3) referente a suas operações do quarto trimestre de 2020, foram divulgados no dia 08/02/2021. Confira o Press Release completo!

Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

Em 2020, a sinistralidade total atingiu 47,5%, queda de 5,3 pontos percentuais em relação ao ano antecedente. No quarto trimestre, a sinistralidade total ficou em 49,5% — queda de 3,7 pontos percentuais contra o mesmo período de 2019.

Os prêmios, que a Porto Seguro recebe ao assinar um contrato com o segurado, teve crescimento de 2,2% nos prêmios emitidos em 2020, que somaram R$ 15,804 bilhões, mesmo em meio aos efeitos da pandemia no mercado segurador. No quarto trimestre, o valor cresceu 8,5%, atingindo R$ 4,5 bilhões.

receita total da seguradora avançou para R$ 5,3 bilhões no último trimestre de 2020, ante R$ 4,9 bilhões em 2019, alta de 6,9%. No consolidado do ano, a receita foi de R$ 18,8 bilhões, ante R$ 18,2 bilhões em 2019.

O fluxo de caixa líquido da companhia passou de R$ 1,6 bilhão em 2019 para R$ 1,9 bilhão no final de 2020.

No último trimestre de 2020, a carteira de seguro Auto alcançou o maior volume de prêmios de toda série histórica, de R$ 2,8 bilhões — alta de 5,8% em comparação ao mesmo período do ano anterior e comum incremento de 105 mil veículos na comparação com o terceiro trimestre de 2020.

Os prêmios dos seguros patrimoniais avançaram 11,3% em um ano e os prêmios do seguro de vida permaneceram estáveis no quarto trimestre (alta de 0,2%).

Na vertical Saúde, o faturamento aumentou 5,5% em comparação ao quarto trimestre de 2019 e 11,4% em relação ao ano de 2019. Já na vertical Serviços foi registrado um aumento anual de 22,9% nas receitas do último trimestre de 2020 e de 22,7% em 2020, contra 2019, com destaque para o Carro Fácil que cresceu 36,2% no ano e alcançou mais de 7 mil contratos ativos em 2020.

A vertical Negócios Financeiros teve expansão anual nas receitas de 21,1% no 4º trimestre, impulsionado pelo segmento de consórcio (crescimento de 34,9%), que registrou alta no número de cotas e elevação do ticket médio. Já o segmento de riscos financeiros teve crescimento de 86,5% no ano passado.

Segundo a companhia, na vertical Seguros, a recuperação foi impulsionada principalmente pela aceleração dos seguros Auto e Patrimoniais no último trimestre do ano.

Forte Resultado Financeiro devido à maior exposição a títulos indexados à inflação e ações

A companhia apontou ainda um resultado financeiro de R$ 921,1 milhões em 2020 — volume 11,4% menor do que o obtido um ano antes decorrente do efeito da redução dos juros nas aplicações financeiras. No quarto trimestre, no entanto, o resultado financeiro somou R$ 299,9 milhões – alta de 11,4% em relação ao mesmo período do ano anterior com o desempenho positivo das alocações em renda variável e juros indexados à inflação, compensando a queda da taxa de juros.

No quarto trimestre, a carteira total de aplicações financeiras (R$ 14,9 bilhões) atingiu um rendimento de 4,09% (867% do CDI). “Excluindo-se os recursos de provisões técnicas previdenciárias, a carteira de aplicações financeiras (R$ 9,7 bilhões) obteve um rendimento de 3,50% (742% do CDI)”, informou a seguradora.

No ano, a rentabilidade da carteira de aplicações financeiras foi de 11,40% (412% do CDI). Excluindo as reservas de previdência, a rentabilidade foi de 10,72% (387% do CDI).

Segundo a Porto Seguro, excluindo o efeito do excesso de capital e considerando uma remuneração de 100% do CDI para os investimentos, a rentabilidade anualizada sobre o patrimônio seria de 24,1% em 2020, e 16,4% no último trimestre daquele ano.

VISÃO DO MERCADO

O resultado do 4T20, de forma geral, veio em linha com as expectativas do mercado.

BTG Pactual

O forte lucro líquido veio acima da expectativa do BTG Pactual, mas a recomendação permanece neutra.

“No geral, o 4T foi um bom trimestre, mas os resultados financeiros ajudaram muito. Resultados ex- financeiros, os lucros ficaram em linha ou até um pouco piores do que esperávamos, pois as comissões e as despesas Gerais & Administrativas ficaram maiores do que nossas projeções. Mas os prêmios emitidos se aceleraram e indicam uma boa tendência de 2021 em diante. Como a sinistralidade continua sob controle, estamos mais otimistas com os resultados de seguros em 2021. O cenário de investimento também está melhorando, com a Porto querendo ser um “porto seguro” para mais pessoas. Ainda temos de compreender melhor como pretendem fazer isso, especialmente no seguro saúde, mas o nosso viés sobre a ação é definitivamente mais positiva e a Porto é o nosso nome preferido entre os seguradores”

BTG Pactual tem recomendação Neutra para todos os três nomes do setor, mas o viés é ainda mais cauteloso em IRB e no BBSE. O preço-alvo para Porto Seguro é de R$ 62,00.

Guide Investimentos

A corretora considera os resultados positivos, destacando, além dos números, o aumento na quantidade de prêmios emitidos, o ganho de eficiência operacional, o desenvolvimento de iniciativas digitais e práticas ESG.

Na análise da Guide Investimentos, “a empresa mostrou que possui grande potencial de crescimento dos mercados que atua”.

XP Investimentos

A XP Investimentos manteve sua recomendação Neutra para a ação, com preço-alvo de R$ 57, “devido ao crescimento gradual da sinistralidade com a retomada da atividade econômica”.

Pensando em investir na Porto Seguro?

→ Fundada em 1945, é reconhecida como uma das maiores seguradoras do País, por sua atuação nos segmentos de Seguro Auto e Residência. A empresa possui R$ 16,1 bilhões de valor de mercado. Confira a Análise completa da empresa com informações exclusivas.

Governança Corporativa

As ações da Porto Seguro são negociadas no “Novo Mercado” da B3.

Estrutura Societária 

Porto-Seguro_Estrutura-Societária_PT-1

Composição Acionária

O capital social da Companhia está dividido em 323.293.030 ações ordinárias. A tabela abaixo indica o nome e as participações dos acionistas da Companhia:

ACIONISTA PARTICIPAÇÃO QUANTIDADE DE AÇÕES
PSIUPAR (1) 70,82% 228.941.889
Ações em Tesouraria 0,11% 680.566
Mercado 29,07% 93.670.575
Total 100% 323.293.030

Desempenho da empresa na B3

No último ano, as ações da Porto Seguro oscilaram entre a mínima de R$ 39,47 e a máxima de R$ 68,23. No último pregão antes da divulgação do resultado do 4T20, a empresa fechou em queda de 2,79%, negociada a R$ 49,86.

Confira o histórico da Porto Seguro (PSSA3)

Período Abertura Máximo Mínimo Preço Médio Vol Médio Variação Variação %
1 Semana 48,90 52,00 48,22 50,36 1.187.000 0,96 1,96%
1 Mês 50,45 52,00 47,67 49,67 1.232.479 -0,59 -1,17%
3 Meses 49,49 52,00 45,96 48,74 1.790.693 0,37 0,75%
6 Meses 57,91 59,93 45,96 50,07 1.357.239 -8,05 -13,9%
1 Ano 66,24 68,23 39,47 50,46 1.099.304 -16,38 -24,73%
3 Anos 45,19 68,23 38,25 52,21 847.602 4,67 10,33%
5 Anos 23,47 68,23 22,32 45,70 724.742 26,39 112,44%

 

Deixe um comentário