Produtividade dos trabalhadores nos EUA caiu 4,8 no ultimo trimestre

LinkedIn

A produtividade dos trabalhadores dos EUA caiu em seu ritmo mais vertiginoso desde 1981 no quarto trimestre, mas a tendência permanece sólida, já que a pandemia de COVID-19 pesa sobre os setores menos produtivos, como lazer e hotelaria.

O Departamento do Trabalho disse nesta quinta-feira que a produtividade não agrícola, que mede a produção horária por trabalhador, caiu 4,8% no último trimestre. Esse foi o ritmo de contração mais profundo desde o segundo trimestre de 1981.

Os dados do terceiro trimestre foram revisados ​​para cima para mostrar a produtividade crescendo a um ritmo de 5,1% em vez da taxa de 4,6% relatada anteriormente. A produtividade aumentou 2,6% em 2020 em comparação com 1,7% em 2019.

Economistas ouvidos pela Reuters previam um declínio da produtividade a uma taxa de 2,8% no quarto trimestre. Em comparação com o quarto trimestre de 2019, a produtividade aumentou 2,5%.

A pandemia de coronavírus dizimou setores de baixa renda, como lazer e hotelaria, que os economistas dizem que tendem a ser menos produtivos.

As horas trabalhadas aumentaram 10,7% no último trimestre. Isso seguiu um ritmo de 37,1% no terceiro trimestre.

Os custos unitários do trabalho, o preço do trabalho por unidade de produção, recuperaram-se a uma taxa de 6,8% após despencar a uma taxa de 7,0% no terceiro trimestre. Os custos trabalhistas unitários aumentaram a uma taxa de 5,2% em relação ao ano anterior. Eles aumentaram 4,3% em 2020, depois de ganhar 1,9% em 2019.

Embora os custos trabalhistas tenham sido distorcidos pelo impacto desproporcional da pandemia nas indústrias de salários mais baixos, a recuperação apoia as expectativas de inflação mais alta este ano.

A remuneração por hora aumentou a uma taxa de 1,7% no último trimestre. Isso seguiu um ritmo de declínio de 2,2% no trimestre julho-setembro. A remuneração aumentou a uma taxa de 7,8% em relação ao quarto trimestre de 2019. Ela cresceu 7,0% em 2020 após um aumento de 3,6% em 2019.

Veja também:
BoE matém taxa básica de juros em 0,10%

PMI de serviços do Reino Unido caiu para 39,5 em janeiro
Índice de preços ao produtor da zona do euro subiu 0,8% em dezembro

 (Com informações da Reuters)

Deixe um comentário