Visa anuncia piloto de neobank focado em levar ferramentas de criptoativos para a comunidade negra

LinkedIn

A Visa se associou a um neobanco para testar um programa de criptomoedas que permitirá que indivíduos com recursos insuficientes comprem, custodiem e negociem ativos digitais.

Em um anúncio hoje, os clientes do First Boulevard, um neobanco “construído para a América Negra”, em breve poderão usar as interfaces de programação de aplicativos da Visa, ou APIs, para acessar os benefícios de negociação e custódia de criptomoedas. A Visa disse que a parceria é parte de seus esforços para dar às pessoas que usam instituições financeiras sem infraestrutura para ativos digitais os meios de acessar criptomoedas e blockchain.

“Com este programa piloto, queremos estender o valor da Visa aos nossos clientes do neobank e instituições financeiras, fornecendo uma ponte fácil para criptoativos e redes de blockchain”, disse Jack Forestell, diretor de produtos da Visa.

De acordo com o CEO e presidente da First Boulevard, Donald Hawkins, as APIs de criptomoedas da Visa ajudarão a “fornecer outro canal para a comunidade negra acessar criptomoedas como uma nova classe de ativos”, o que deve reduzir a lacuna de riqueza. Hawkins afirmou que, dadas as tendências econômicas atuais, a renda média líquida das famílias negras nos Estados Unidos cairá para US$ 0 em 2053.

A parceria com a First Boulevard é parte de uma mudança da firma financeira para abordar comunidades sub-representadas em negócios digitais, bancos e FinTech. A Visa disse que trabalhará com negócios focados em negros, incluindo CapWay, eatOkra, First Boulevard, OneUnited Bank e Urban One “para fornecer serviços financeiros e comerciais”, além de aumentar a educação sobre pagamentos e soluções digitais.

Outros na criptosfera têm promovido o uso de criptomoedas e blockchain para indivíduos desbancarizados. O autor de Bitcoin & Black America Isaiah Jackson sugeriu ativos digitais como um meio para os negros lidarem com opressões financeiras nos Estados Unidos.

Por Turner Wright

Deixe um comentário