Bom dia ADVFN - Lockdown na Europa e Brasil ultrapassa 12 milhões de vacinados - (23/03/2021)

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor!  23 de Março de 2021, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

advfn img
As Bolsas mundiais, as Bolsas mundiais operam em queda com preocupações com temor de que o recente avanço nas contaminações por Covid na Europa prolongue as medidas de lockdown.

Na Ásia, as principais bolsas asiáticas fecharam em baixa, apesar da estreia da gigante chinesa de buscas Baidu no índice Hang Seng, de Hong Kong, que teve as maiores perdas da região, de 1,34%. As ações da Baidu, que já eram listadas nos Estados Unidos, ficaram estáveis na bolsa asiática. A maior parte das ações de tecnologia na Ásia recuaram, após a alta nas negociações de overnight de empresas de tecnologia nos Estados Unidos. O Softbank Group, do Japão, recuou 0,9%. Na Coreia do Sul, a LG Electronics caiu 6,13%. Investidores também acompanham as eleições gerais em Israel nesta terça, em que assentos no Parlamento são disputados por um bloco de direita que apoia o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e um amplo bloco de oposição. A moeda da Nova Zelândia despencou depois que o governo tomou medidas para conter a alta nos preços dos imóveis, esfriando as especulações sobre aumentos nas taxas do banco central.

Na Europa, as bolsas europeias operam em baixa. O índice Eurostoxx, que reúne ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, recua. O setor automotivo lidera as perdas, recuando 1,6%. As ações da sueca Volvo caíram 7% após a empresa anunciar que a falta mundial de semicondutores deve afetar sua produção no segundo trimestre. A expectativa dos investidores na Europa deve ser prejudicada por informações sobre a alta de infecções na região. Elas podem adiar os planos de relaxamento das medidas de lockdown que vêm sendo adotadas no continente em um esforço para controlar a pandemia de coronavírus. No momento, partes da França já estão sob um lockdown. Na Alemanha, autoridades estudam a possibilidade de estender as atuais medidas de lockdown. Esta terça marca o aniversário de um ano da primeira medida de lockdown implementada no Reino Unido. Será realizado um minuto de silêncio no país, como forma de refletir sobre as mais de 126 mil mortes causadas pelo coronavírus.

Nos Estados Unidosos índices futuros mantêm tendência de  baixa. O rendimento de 10 anos do Tesouro dos EUA diminuiu ainda mais em relação a maior alta em cerca de 14 meses, em meio à esperança de uma melhora na demanda na pesada rodada de vendas desta semana. As ofertas incluem títulos com vencimentos de sete anos, que tiveram um desempenho ruim no leilão do mês passado. O governo Biden está considerando um plano econômico de US$ 3 trilhões de dólares para seguir o pacote de estímulo assinado no início deste mês. Os investidores estarão monitorando a Microsoft, depois que fontes disseram que a companhia está em negociações para adquirir a Discord, uma comunidade de chat de videogame, por mais de US $ 10 bilhões. A secretária do Tesouro, Janet Yellen, e o presidente do Fed, Jerome Powell, fazem sua primeira aparição conjunta perante o comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos EUA na terça-feira.

==> Acompanhe os mercados mundiais pela ADVFN (aqui)

Os futuros internacionais de petróleo WTI (NYMEX:CL\Z21) estão sendo negociados a US$59,41, baixa de  3,49%. O Brent (NYMEX:BZ) também opera em baixa de 3,45%, negociado a US$ 62,40.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ 57.376,10.  O ouro (COMEX:GC\Z20) é negociado a US$ 1.736,95 por onça-troy.

⇒ Bitcoin – Acompanhe o Mundo Cripto na ADVFN

Minério de ferro: Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com alta de 2,01%, cotados a 1039,5 iuanes, equivalente hoje a US$ 159,62.

Coronavírus

O mundo registra 123.531.524 de casos de coronavírus e 2.720.137 mortes, confirmadas pela Universidade Johns Hopkins.

O Brasil vacinou mais de   11.637.360 pessoas contra a COVID-19.

Brasil  registrou mais 49.293 casos de Covid-19 confirmados nas últimas 24 horas, e alcançou 12.047.526 casos desde o início da pandemia. Nas últimas 24 horas, mais 1.383 vítimas da doença foram registradas, totalizando 295.425. Os especialistas consideram que este é o momento mais grave da pandemia no país. A média móvel de óbitos tem batido recordes sucessivos desde 24 de fevereiro e chegou a 2.306 nesta segunda.

Brasil

A aprovação da proposta de emenda à Constituição (PEC) Emergencial não aliviará o risco de o teto federal de gastos ser descumprido antes de 2025. A avaliação é da Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão ligado ao Senado. A PEC emergencial estabeleceu um gatilho que prevê o congelamento de salários no serviço público e a proibição da realização de concursos, entre outras medidas, quando os gastos obrigatórios da União sujeitos ao teto de gastos superarem 95% do limite estabelecido pelo teto. Segundo a IFI, esse percentual só deverá ser atingido em 2025, quando o teto dos gastos não puder ser cumprido. De acordo com o órgão, a disparada dos gatilhos é insuficiente para impedir o descumprimento do teto de gastos, mecanismo que impede o crescimento dos gastos federais primários acima da inflação por dez anos. Além disso, não conseguirá evitar o corte de gastos discricionários (não obrigatórios) que prejudiquem a prestação de serviços públicos.

Justiça

O ministro Marco Aurélio Mello, do STF, foi definido como o relator da ação movida pelo presidente Jair Bolsonaro contra medidas restritivas dos governos de Brasília, Bahia e Rio Grande do Sul. Mello afirmou que deve decidir sobre o caso até esta terça-feira.

Poderes

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou o Brasil da gravidade da situação da pandemia no país. E o governo recebeu carta assinada por mais de 500 economistas defendendo medidas urgentes de enfrentamento à pandemia. Na segunda-feira, o Brasil ultrapassou os 12 milhões de casos, teve o início de semana mais letal da pandemia e viu a média móvel de novas mortes ultrapassar o patamar de 2.300 por dia. O vice-presidente Hamilton Mourão rebateu a OMS, que, para ele, “tem que alertar outros países”. O Planalto agendou reunião com STF, Congresso e governadores alinhados para tratar dos próximos passos.

Economia

Com a maioria das lojas fechadas por causa das medidas de restrição para conter o avanço da pandemia, pesos pesados do varejo brasileiro veem risco iminente de demissões em massa dos trabalhadores, se o governo não reeditar o Programa Emergencial de Manutenção de Emprego e Renda, conhecido como BEM. Em reunião na segunda-feira, 22, associados do Instituto para o Desenvolvimento do Varejo (IDV) manifestaram preocupação com a lentidão da reedição da Medida Provisória 936, que criou o programa que expirou em dezembro de 2020. Com suspensão de contratos e redução de jornada de trabalho, com pagamento de parte dos salários pelo governo, o programa garantiu a manutenção de 11 milhões de empregos, segundo o próprio ministro da Economia, Paulo Guedes.

Confira a agenda:

🗓 AGENDA ECONÔMICA 🗓

(Reino Unido): Taxa de desemprego mensal (04h00)
(Brasil): Índice IPC-S semanal (08h00)
(Brasil): Sondagem do consumidor mensal (08h00)
(Brasil): Banco Central – Ata do Copom (08h00) *
(Estados Unidos): Saldo de conta corrente trimestral (09h30)
(Estados Unidos): Federal Reserve – Discurso do diretor James Bullard (10h00)
(Brasil): Tesouro Nacional – Leilão de títulos (10h30) *
(Estados Unidos): Venda de casas novas mensal (11h00) *
(Estados Unidos): Sondagem industrial do Fed Richmond mensal (11h00)
(Estados Unidos): Federal Reserve – Sabatina com o Presidente Jerome Powell no Congresso dos EUA (13h00) *
(Estados Unidos): Federal Reserve – Discurso do diretor John Willians (15h45)
(Japão): PMI industrial mensal (21h30)
(Japão): PMI serviços mensal (21h30)
(Japão): PMI composto mensal (21h30)

Ibovespa e dólar no último pregão:

Ibovespa:  

Referência do mercado brasileiro, o índice encerrou a segunda-feira em baixa de 1,07%, fechando a 114.979,86 pontos, na mínima, o Ibovespa ficou em 113.619,52 e na máxima foi a 116.224,73 pontos. O volume financeiro somou R$ 19,916 bilhões.

O Ibovespa encerrou o primeiro pregão da semana com as ações da Vale e da Petrobras entre as maiores pressões de baixa e descolando do desempenho das Bolsas em Nova York. A sessão foi pautada pela pandemia no cenário doméstico e por uma onda global de aversão a riscos nas economias emergentes.

Maiores altas do Ibovespa

PCAR3: +5,05% a R$ 29,74
BEEF3: +3,26% a R$ 10,13
MRFG3: +2,44% a R$ 16,35
CPLE6: +1,57% a R$ 7,10
MRVE3: +1,41% a R$ 17,98

Maiores baixas do Ibovespa

EMBR3: -7,44% a R$ 13,43
AZUL4: -6,10% a R$ 39,43
GOLL4: -3,63% a R$ 20,71
PRIO3: -3,60% a R$ 90,55
USIM5: -3,09% a R$ 17,23

Dólar    

dólar comercial: o dólar fechou a segunda-feira, em alta de 0,59% sendo cotado a R$ 5,518 para venda e a R$ 5,517 para compra, com medo da crise com a lira turca, após a demissão do presidente do Banco Central, contaminar perigosamente os demais emergentes.

Também contribuiu para a alta a crise política gerada pela inação do governo federal para enfrentar a pandemia, que gerou a famosa carta de economistas famosos, incluindo membros de ex-governos. E não foram só críticas, mas sugestões.

Ifix   

IFIX , o índice fechou o pregão em queda de 0,13%, aos 2.815,54 pontos. Na mínima do dia, o índice bateu os 2.814,04 pontos, enquanto a máxima foi de 2.819,14 pontos. No acumulado para o mês de março, o índice recua 2,46%. Já no desempenho de 2021, cai 1,9%. A movimentação financeira foi de R$ 224,27 milhões.

FII: Confira as carteiras de Fundos Imobiliários para o mês de março

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, G1, Agência Brasil e BDM, estadão.

Deixe um comentário