IMC Alimentação aprova substituição de atual diretor presidente Sr. Newton Maia Salomão Alves, pelo Sr. Alexandre de Jesus Santoro

LinkedIn

O Conselho de Administração da IMC Alimentação aprovou a substituição do seu atual Diretor Presidente, Sr. Newton Maia Salomão Alves, pelo Sr. Alexandre de Jesus Santoro, que assumirá o cargo no dia 1 de abril de 2021.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:MEAL3) nesta segunda-feira (15).

O Sr. Alexandre Santoro foi Presidente Global da rede Popeyes – que sob sua gestão se tornou uma das redes de mais rápido crescimento no mundo – e foi também Vice-Presidente de Operações e Supply Chain da Restaurant Brands International (RBI).

Além disso, o executivo atuou como CEO, presidente e vice-presidente de logística para a ALL – América Latina Logística SA e em posições de liderança na Ambev e Danone.

A Companhia agradece ao Sr. Newton Maia pela sua dedicação e pelos relevantes serviços prestados ao longo dos últimos quatro anos.

Durante esse ciclo, sob a liderança do Sr. Newton Maia, a Companhia passou por uma ampla reestruturação dos seus negócios, incluindo, entre outras medidas. São elas:

  • Revitalização e retomada do crescimento das marcas Frango Assado e Margaritaville;
  • Implantação da Cozinha Central;
  • Fortalecimento do portfólio de marcas, com a adição de Pizza Hut e KFC;
  • Expansão do número de lojas de 254 para 481 até o final do ano passado;
  • Simplificação do negócio com foco em ativos de maior rentabilidade;
  • Condução da empresa durante grave crise mundial, com muita responsabilidade com o caixa da Companhia.

A empresa informou que o processo de transição contará com a participação do atual Diretor Presidente, a fim de garantir que a entrada de seu sucessor ocorra de forma transparente e organizada.

Prejuízo líquido de R$ 5,1 milhões no 3T20

International Meal Company Alimentação (IMC), dona das franquias Frango Assado, Pizza Hut e KFC, teve prejuízo líquido de R$ 5,1 milhões, frente lucro de R$ 16,8 milhão um ano antes.

No Brasil, a queda na receita foi de 30,5%, para R$ 161 milhões (a empresa ainda opera nos EUA e Caribe). A margem bruta caiu 9,5 pontos, para 16,1%. Porém, no segundo trimestre, a queda na receita havia sido de 58%.

A empresa afirma que encerrou o trimestre com 490 restaurantes, sendo que 241 deles são próprios. As vendas no critério mesmas lojas recuaram 25,6%.

 (Informações TheCap)

Deixe um comentário