Movida aprova Juros sobre capital próprio de R$ 27 milhões

LinkedIn

O Conselho de Administração da Movida aprova o pagamento de juros sobre o capital próprio aos acionistas no montante total de R$ 27 milhões, correspondente a R$ 0,090704048 por ação.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:MOVI3), nesta quarta-feira (31). Confira o documento na íntegra. 

O valor dos juros sobre o capital próprio está sujeito ao imposto de renda na fonte à alíquota de 15% , exceto para os acionistas comprovadamente isentos ou imunes, ou acionistas domiciliados em países ou jurisdições para os quais a legislação estabeleça alíquota diversa.

Os acionistas isentos ou imunes deverão comprovar a sua condição até 25 de junho de 2021, encaminhando a documentação pertinente à Companhia, aos cuidados do Departamento de Relações com Investidores.

Terão direito ao provento os acionistas com base acionárias (Data “Com”) no dia 29 de junho de 2021, com as ações sendo negociadas “Ex JCP” no dia 30 de junho de 2021, e o pagamento será no dia 12 de julho de 2021.

Lucro líquido de R$ 109 milhões, queda de 52% em relação a 2019

A Movida divulgou lucro líquido de R$ 109 milhões, queda de 52% contra 2019. Segundo a Movida, se o resultado fosse ajustado pelo efeito da pandemia, o lucro teria crescido 2,5%, para R$ 233 milhões.

4T20

O lucro líquido da Movida foi de R$ 184 milhões no quarto trimestre, crescimento de 119% na comparação com os R$ 84 milhões registrados um ano antes. Desse valor, R$ 139 milhões são recorrentes.

A receita líquida ficou em R$ 990,7 milhões no trimestre, queda de 1% ante a receita de R$ 1 bilhão de um ano antes.

O Ebtida ajustado – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – foi de R$ 305,3 milhões, alta de 16,3% na comparação anual.

Deixe um comentário