C&A: fundos geridos pelo Itaú atingem 5,15% de participações nas ações ON

LinkedIn

C&A Modas recebeu notificação de seu acionista Itaú Unibanco informando que a soma de ações detidas pelo conjunto dos fundos de investimento geridos pelo Itaú atingiu 5,155% das ações ordinárias da Companhia, totalizando 15.890.879 ações.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:CEAB3), nesta segunda-feira (19).

O Itaú declara, ainda, que tal participação não tem o objetivo de alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da sociedade.

O C&A pretende divulgar os resultados do 1T21 no dia 13 de maio.

Prejuízo líquido pro forma de R$ 131 milhões em 2020

No ano de 2020, a C&A registrou prejuízo líquido pro forma foi de R$ 131,0 milhões com margem líquida pro forma negativa de 3,2%.

Em 2020, a receita líquida totalizou R$ 509,1 milhões, um aumento de 297% em relação ao ano anterior.

No ano de 2020, o EBITDA ajustado foi negativo em R$ 58,5 milhões com uma margem EBITDA ajustada pro forma negativa de 1,4%.

A C&A abriu 10 lojas no país em 2020, retomando o plano de expansão, e fechando o ano com 295 unidades em operação.

A C&A consumiu um caixa livre de R$ 47,4 milhões em 2020, um aumento em relação a 2019 de R$ 223,9 milhões, ainda fortemente impactado pelo 2T20 com o fechamento de todas as lojas.

O saldo de caixa no fechamento do ano de 2020 foi de R$ 1,5 bilhão, com geração de R$409,5 milhões no operacional e consumo de R$ 131,6 em investimentos e de R$ 90,4 em financiamento.

Deixe um comentário