CSN: conselho autoriza contratação de assessores para IPO da CSN Cimentos

LinkedIn

O conselho de administração da CSN autorizou sua diretoria a prosseguir com a oferta pública inicial de ações da CSN Cimentos, bem como a contratação dos assessores jurídicos e financeiros e elaboração de estudos relacionados.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:CSNA3), nesta quarta-feira (28). Confira o comunicado na íntegra. 

A siderúrgica, que divulgou resultados do primeiro trimestre na noite de hoje, já promoveu a abertura de capital do seu braço de mineração em fevereiro passado. Na ocasião, a empresa captou R$ 4,965 bilhões.

CSN (CSNA3): Lucro de R$ 5,7 bilhões no primeiro trimestre, superando as expectativas

A Companhia Siderúrgica Nacional registrou lucro líquido de R$5,7 bilhões no primeiro trimestre, impulsionado pela abertura de capital de sua área de mineração, recuperação de volumes de vendas, melhores preços em siderurgia e alta dos preços do minério.

A CSN também informou que obteve um ganho extraordinário de R$2,472 bilhões com a venda de ações na oferta pública inicial da CSN Mineração, o que ajudou a impulsionar o lucro.

O EBITDA ajustado da companhia somou R$5,81 bilhões, 336% superior ao do mesmo trimestre de 2020.

As vendas de aço atingiram 1,317 milhão de toneladas, crescimento de 16% na base anual, enquanto as de minério de ferro somaram 8,225 milhões de toneladas, aumento de 47%.

A dívida ajustada da companhia fechou março em R$20,5 bilhões, quase R$5,0 bilhões, ou 20% a menos no trimestre. Na base anual, a dívida diminuiu R$12,3 bilhões, ou 37%. Com isso, a alavancagem da companhia, medida pela proporção entre dívida líquida e EBITDA, caiu para 1,29 vez no primeiro trimestre ante a proporção de 2,23 vezes registrada no quarto trimestre de 2020;

A CSN mineradora reportou lucro líquido de R$2,36 bilhões no período, em linha com os consensos, e atingiu recorde no EBITDA ajustado trimestral, de R$3,66 bilhões.

Deixe um comentário