ETF de criptomoedas arrecada R$ 450 milhões com Itaú, BTG Pactual e Banco do Brasil

LinkedIn

Terminou na terça-feira (20) a rodada inicial de reserva de investimentos para interessados no primeiro ETF de criptomoedas do Brasil criado pela Hashdex. No total, o ETF Hashdex Nasdaq Crypto Index Fundo de Índice (NCI) conseguiu arrecadar R$ 450 milhões, e está sendo liderado por grandes empresas como o BTG Pactual, o Itaú Investimentos e o Banco do Brasil.

De acordo com o Valor Investe, em pouco tempo o fundo de investimento em criptomoedas conseguiu superar o valor mínimo de abertura do ETF, algo próximo de R$ 250 milhões.

Ou seja, com a arrecadação de R$ 450 milhões em reservas para a entrada no ETF de criptomoedas, o fundo já conseguiu quase o dobro do que buscava para ser lançado no mercado financeiro.

ETF de criptomoedas no Brasil

O ETF de criptomoedas da Hashdex é pioneiro no Brasil e no mundo. Somente nessa arrecadação inicial realizada em reservas de valores o fundo conseguiu arrecadar mais de R$ 450 milhões.

E esse número poderá ser ainda maior, já que ele corresponde a apenas o levantamento das empresas BTG Pactual, Itaú Investimentos e a Genial Investimentos. Portanto, o valor reservado no Banco do Brasil não foi contabilizado.

Com um fundo de investimentos em criptomoedas misto, os investidores do ETF da Hashdex serão expostos a cinco altcoins, além do Bitcoin (BTC). De acordo com o site do NCI, a maior parte do fundo é alocado em BTC, que corresponde a 75,52% do total investido.

Por outro lado, a Ethereum (ETH) aparece como a segunda criptomoeda com maior exposição ao ETF da Hashdex. No caso do ETH, a posição do fundo de investimentos corresponde a 20,08%.

Enquanto isso, a Litecoin (LTC) é a terceira maior criptomoeda do ETF aprovado pela CVM. No caso da LTC, o fundo investiu 1,54%. Já no caso da Chainlink (LINK) os investidores do fundo estarão expostos em cerca de 1,16% do total investido no ETF.

Por fim, o fundo ainda investiu no Bitcoin Cash (BCH) que representa 1,09% do valor total do ETF de criptomoedas da Hashdex. A outra criptomoeda que faz parte do índice é a Stellar Lumens (XLM) com uma exposição de 0,61%, respectivamente.

“O NCI foi desenvolvido pela Nasdaq em parceria com a Hashdex para representar o mercado de criptoativos. Com rígidos critérios de elegibilidade, o índice reúne as principais criptos. Os fundos da Hashdex, em sua parcela alocada em cripto, replicam a composição do NCI.”

Índice será oferecido na bolsa de valores

Segundo o cronograma do ETF de criptomoedas da Hashdex, as reservas de investimento puderam ser realizadas até esta terça-feira (20). Ou seja, depois disso, os investidores precisam aguardar a listagem do índice através da bolsa de valores Nasdaq.

Com previsão de lançamento na próxima segunda-feira (26) na Nasdaq, o ETF da Hashdex é um dos primeiros com criptomoedas que foi aprovado por órgãos reguladores.

Enquanto isso, as posições em reservas antecipadas devem ser liquidadas nesta próxima quinta-feira (22), depois que o valor total arrecadado for apresentado pelos coordenadores da oferta do ETF de criptomoedas.

Por Paulo José

Deixe um comentário