Futuros americanos começam a semana em queda, após semana de recordes

LinkedIn

Os índices futuros americanos têm tendência de queda nesta segunda (19) de manhã (06h45), após realização. Na semana passada, os índices S&P e Dow Jones haviam fechado em patamares recordes, impulsionados pela divulgação de dados econômicos positivos. Foi a quarta semana consecutiva de ganhos para os dois índices.

Na sexta, o banco de investimentos e empresa de serviços financeiros multinacional UBS elevou a sua previsão para o desempenho do mercado de ações em 2021. Agora vê o índice S&P encerrando o ano em 4.400 pontos, cerca de 5% acima do patamar em que fechou na sexta.

O banco embasou sua revisão citando dados sobre o ritmo de vacinação nos Estados Unidos, o pacote de estímulos do governo dos Estados Unidos, além de informações sobre desemprego, vendas no varejo e sentimento para negócios.

O noticiário sobre vacinação continua no foco de investidores e analistas, que vêm o ritmo de imunização como central para a retomada da economia.

Na semana a FDA (Food and Drug Administration), agência americana responsável pela aprovação de medicamentos e alimentos, pediu que estados parassem temporariamente de usar a vacina de dose única desenvolvida pela Johnson & Johnson’s, por uma “abundância de cuidado”, após seis mulheres desenvolverem um tipo raro de coágulo sanguíneo.

Mas, no domingo, o conselheiro chefe da Casa Branca para questões médicas, Anthony Fauci, afirmou em entrevista para a rede NBC que espera que os Estados Unidos voltem a administrar a vacina. “Minha estimativa é que nós continuaremos a usá-la de alguma maneira (…) Eu duvido muito seriamente que eles simplesmente a cancelem. Eu não acredito que isso vá acontecer. Eu acho que provavelmente haverá algum tipo de aviso ou restrição, ou avaliação de risco”.

Além de indicadores econômicos, a semana passada foi marcada pelo início da divulgação de resultados trimestrais, com os dados de grandes bancos americanos.

Nesta semana, dez empresas componentes do índice Dow Jones e 72 do índice S&P devem reportar. Nesta segunda, Coca-Cola, IBM e United Airlines estão entre aquelas que devem divulgar seus resultados.

As bolsas asiáticas fecharam a segunda-feira registrando leves altas em sua maioria, apesar de quedas em ações da Índia, que continua a passar por um período de aceleração nas novas infecções por Covid. Com 261,5 mil novos casos reportados no domingo, o país fica atrás apenas dos Estados Unidos, segundo dados oficiais compilados pela Universidade Johns Hopkins.

Investidores acompanharam o desempenho da ação da gigante Alibaba, em Hong Kong, que caíram 1,53% após o afiliado Ant Group negar pelo Twitter a informação de que a empresa buscava uma forma para que o fundador Jack Ma, a deixasse.

Apesar do mau desempenho do Alibaba, o índice Shanghai fechou com alta de 1,49%, enquanto o componente Shenzhen subiu 2,894%.

As bolsas europeias têm resultados variados entre si. No cômputo geral, o índice Eurostoxx, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, tem alta de 0,12%. Ações dos setores de viagem e lazer lideram os ganhos, com alta de 0,7%, enquanto o setor de bebidas cai 0,4%.

Nesta segunda, devem ser divulgados dados sobre resultados da Zona do Euro e do setor de construção.

Deixe um comentário