Dólar oscila, mas volta cair acompanhando local e exterior

LinkedIn

dólar comercial fechou essa segunda-feira, em queda de -0,88% sendo cotado a R$ 5,449 para venda e a R$ 5,448 para compra, com o exterior mais positivo para a maioria das moedas de países emergentes e a divisa norte-americana mais enfraquecida ante os pares.

Aqui, a política local segue no radar do mercado em semana de agenda de indicadores pesada e eventos importantes, como a decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano)

Lá fora, o destaque da semana é a decisão do Fed, na quarta-feira, e investidores posicionam os investidores à espera do tom da autoridade monetária. O estrategista-chefe da Levante, Rafael Bevilacqua, reforça que os prognósticos são de que nada mude e o banco central dos Estados Unidos mantenha a taxa de juros perto de zero, além da política monetária “frouxa”.

“Mais relevante do que a própria decisão, serão os comentários sobre ela. O que os investidores esperam ouvir é uma confirmação de que o Fed vai continuar deixando a liquidez farta e o dinheiro barato por mais alguns trimestres, até que a economia norte-americana se recupere totalmente”, diz Bevilacqua.

Além das sinalizações do presidente da autoridade monetária, Jerome Powell, Veronese ressalta que o mercado aguarda também o anúncio oficial do presidente norte-americano, Joe Biden, de aumento de impostos para os mais ricos.

O Relatório de Mercado Focus divulgado na manhã desta segunda-feira, 26, pelo Banco Central (BC), mostrou manutenção no cenário para a moeda norte-americana em 2021. A mediana das expectativas para o câmbio no fim período seguiu em R$ 5,40, ante R$ 5,33 de um mês atrás.

Para 2022, a projeção para o câmbio passou de R$ 5,26 para R$ 5,40, ante R$ 5,26 de quatro pesquisas atrás. A projeção anual de câmbio publicada no Focus passou a ser calculada com base na média para a taxa no mês de dezembro, e não mais no valor projetado para o último dia útil de cada ano. A mudança foi anunciada em janeiro pelo BC. Com isso, a autarquia espera trazer maior precisão para as projeções cambiais do mercado financeiro.

= PTax caiu 0,4%, a R$ 5,4560 para compra, e R$ 5,4566 para a venda.

Rolagem de swap cambial

O Banco Central (BC) rolou todos os 15,0 mil contratos de swap cambial tradicional – equivalente à venda de dólar no mercado futuro – ofertados em operação realizada nesta manhã, que teve giro financeiro de US$ 750,0 milhões.

Foram negociados 4,5 mil contratos para vencimento em 1 de novembro deste ano, com taxa nominal de 1,091% e linear de 1,070%, sem percentual de corte nas propostas apresentadas. O total movimentado foi de US$ 225,0 milhões.

Os demais 10,5 mil contratos negociados tiveram vencimento em 1 de abril de 2022. A taxa nominal foi de 1,230% e linear de 1,217%, sem percentual de corte nas propostas apresentadas. A operação movimentou US$ 525,0 milhões.

Juros operam em alta

As taxas dos contratos de juros futuros (DIs) operam com viés de alta em um dia no qual os ativos de risco oscilam perto da estabilidade nos mercados financeiros internacionais e as projeções do relatório semanal Focus, do Banco Central, mostram alguma piora nos principais indicadores econômicos para o fim deste ano.

Os economistas do mercado financeiro alteraram suas projeções para a Selic (a taxa básica da economia) no fim de 2021. O Relatório de Mercado Focus trouxe nesta segunda-feira que a mediana das previsões para a Selic neste ano foi de 5,25% para 5,50% ao ano. Há um mês, estava em 5,00%. No caso de 2022, a projeção foi de 6,00% para 6,13% ao ano, ante 6,00% de um mês antes. Para 2023, seguiu em 6,50%, igual a quatro semanas atrás. Para 2024, foi de 6,13% para 6,50%, ante 6,38% de um mês atrás.

Além da deterioração das expectativas, uma realização de lucros nas Treasuries norte-americanas e a tensão política por causa da CPI da pandemia também influenciam o descolamento dos contratos de juros futuros em relação ao câmbio e à bolsa.

Na mínima, o dólar futuro chegou a R$ 5,439, e na máxima a R$ 5,490. No futuro, o contrato com vencimento em maio (BMF:DOLK21) estava negociando em baixa de 0,6% a R$ 5,4469 por volta das 17h.

Acompanhe as altas e baixas do dólar nos últimos dias:

Data Compra Venda Variação Variação
01/04/2021 5,609 5,7153 1,54% 0,0867
05/04/2021  5,6788 5,6798 -0,621% -0,0355
06/04/2021 5,5988 5,5998 -1,409% -0,08
07/04/2021  5,6429 5,6434  0,779%  0,0436
08/04/2021 5,5732 5,5742 -1,226% -0,0692
09/04/2021 5,6739 5,6749 1,807% 0,1007
12/04/2021 5,7214 5,7224 0,837% 0,0475
13/04/2021 5,7166 5,7176 -0,084% -0,0048
14/04/2021 5,6695  5,6705 -0,824% -0,824
15/04/2021 5,6276 5,6281 -0,748% -0,0424
16/04/2021  5,5838 5,5848 -0,769% -0,0433
19/04/2021 5,5525 5,553 -0,569% -0,0318
20/04/2021  5,5498 5,5508 0,005% 0,0003
21/04/2021 5,4551  5,4556  -1,715% -0,0952
23/04/2021  5,4968 5,4973 0,783% 0,0427
26/04/2021 5,4477 5,4487 -0,884% -0,0486

💵 Está pensando em viajar?Faça a conversão de moedas gratuitamente!

🇧🇷 – US$ 1 = R$ 5,44
🇪🇺 – US$ 1 = €$ 0,82
🇬🇧 – US$ 1 = £$ 0,71

Acompanhe como foi a evolução do dólar nos últimos três meses:

Gráficos GRATUITOS na br.advfn.com

Deixe um comentário