O lobby do Facebook em DC continua enquanto os esforços de Diem parecem ter estagnado

LinkedIn

Em formulários de declarações financeiras referentes ao primeiro trimestre de 2020, enviados em 20 de abril, o enorme programa de pressão do Facebook (BOV:FBOK34) continua seu trabalho enigmático no setor de políticas blockchain.

Enquanto isso, a Associação Diem parece ter terminado seus esforços de lobby na capital dos EUA.

A Associação Diem (anteriormente conhecida como Libra), registrada na Suíça, enviou um documento de declarações financeiras de um contrato de lobby com a empresa de advocacia Skadden, Arps, Slate, Meagher & Flom — declarações que são geralmente complicadas para empresas que estão fora dos EUA.

No entanto, a Associação Diem finalizou essas atividades de lobby no fim de 2020 e não houve mais nenhuma atividade — sugerindo que a organização não deve pagar mais de US$ 10 mil por trimestre em lobbies.

Isso apesar do fato de que Diem, impulsionada pelo Facebook e apresentada em 2019, gerou um grau significativo de supervisão regulatória.

Na verdade, as contratações da Diem no último um ano e meio caçaram talentos de reguladores americanos, com um cuidado particular em abordar problemas perceptíveis sobre antilavagem de dinheiro (AML) e identificação de clientes (KYC).

No fim de 2020, a equipe da Diem previa lançar a rede em janeiro. Isso não aconteceu e o projeto permanece em silêncio.

John Mannion, presente no antigo contrato de lobby da Associação Diem com a empresa de advocacia, contou ao The Block que ele não poderia confirmar “quem era, é ou será um cliente”, apesar do fato de que a função de declarações financeiras de lobby ser tornar pública exatamente esse tipo de informação.

O envolvimento do Facebook na Diem é um assunto controverso desde o início do projeto.

Já enfrentando amplas críticas sobre suas abordagens em relação a dados de clientes, a tentativa do Facebook em entrar para o setor de serviços financeiros parecia muito excedente por muitos no Congresso Americano.

Como consequência, o Facebook deu um passo atrás no seu envolvimento com a Associação Libra, mesmo que o objetivo original de ter um conselho com 100 membros — em uma tentativa de democratizar o poder da gigante rede social — logo ter se fragmentado.

Ao mesmo tempo, o lobby do Facebook continua, o que não é surpreendente: a empresa é uma das que mais gasta em lobbies nos EUA. Porém, é importante destacar o contrato do Facebook com FS Vector, uma empresa de lobby focada em fintechs.

A US$ 200 mil por ano, o contrato da FS Vector com o Facebook é um dos mais lucrativos no mundo blockchain. Apesar disso, não fornece muitos detalhes, identificando o foco como “questões relacionadas a políticas blockchain”.

Ainda não se sabe quais atividades são práticas específicas ou se existe uma sobreposição entre as iniciativas do Facebook e aquelas anteriormente realizadas pela Associação Diem.

O contrato passa por Peter Freeman, um diretor da FS Vector que também realizava lobbies para Ripple e ainda trabalha com a Square.

Deixe um comentário