Petróleo sobe com enfraquecimento do dólar, enquanto aumento da pandemia limita ganhos

LinkedIn

Os preços do petróleo subiram nesta segunda-feira, apoiados por um dólar americano mais fraco, mas as preocupações sobre o impacto na demanda do aumento dos casos de coronavírus na Índia e em outros países limitaram os ganhos.

O petróleo tipo Brent para junho fechou em alta de 0,42%, a US$ 67,05 o barril, o petróleo West Texas Intermediate (WTI) dos EUA subiu 0,38%, a US$ 63,43 o barril, tendo ganho 6,4% na semana passada.

O dólar foi negociado em uma baixa de seis semanas em relação aos principais pares de hoje, com os rendimentos do Tesouro pairando perto de seu ponto mais fraco em cinco semanas.

Um dólar mais fraco torna o petróleo mais barato para os detentores de outras moedas. No entanto, casos de COVID-19 aumentaram na Índia, o terceiro maior importador e consumidor de petróleo do mundo, diminuindo o otimismo por uma recuperação global sustentada da demanda.

“Se a ampla fraqueza do dólar americano hoje for sustentada, o complexo de energia deverá ser capaz de manter a maior parte dos ganhos da semana passada”, disse Jim Ritterbusch, presidente da Ritterbusch and Associates.

A Índia relatou um aumento recorde em infecções, que elevou os casos gerais para pouco mais de 15 milhões, tornando o país o segundo pior afetado depois dos Estados Unidos, que relatou mais de 31 milhões de infecções. Mortes de COVID-19 na Índia também aumentaram em um recorde de 1.619 para quase 180.000.

A região da capital, Delhi, ordenou um bloqueio de seis dias, juntando-se a cerca de 13 outros estados da Índia que decidiram impor restrições, toques de recolher ou bloqueios em suas cidades.

“Esta nova onda de medidas, embora até agora provavelmente seja menos rigorosa do que o que vimos em março de 2020, quando a demanda por gasolina e óleo/diesel no país caiu cerca de 60%, ainda assim deve pesar no consumo de combustível para transporte”, disse a consultoria JBC.

Hong Kong suspenderá os voos da Índia, Paquistão e Filipinas a partir de 20 de abril devido a infecções importadas por coronavírus, disseram as autoridades no domingo.

Com algum apoio, as exportações de petróleo bruto da Arábia Saudita caíram em fevereiro para o seu nível mais baixo em oito meses, disse a Joint Organizations Data Initiative (JODI), quando o maior exportador de petróleo do mundo limitou voluntariamente a produção para apoiar os preços do petróleo.

O JP Morgan agora espera que os preços do Brent ultrapassem a marca de US$ 70 até maio, em comparação com setembro em sua previsão anterior, disse o banco em nota recente. Ele ainda espera que eles terminem o ano em um nível semelhante de cerca de US$ 74.

(Com informações da CNBC e Reuters)

Deixe um comentário