Você acha Warren Buffett surpreendente? Deveria conhecer Alan Turing

LinkedIn

Se você já investe há um tempo, conhece bem o senhor Buffett. Mas, se está entrando agora no mercado de ações, ao pesquisar uma lista de livros sobre investimentos certamente já deve ter se deparado com esse nome. Warren Buffett é o maior investidor do mundo e, segundo a Forbes, mantém em 2021 uma fortuna estimada em US$ 98,2 bilhões. Se converter isso para real, fica mais surpreendente; se pensar que saiu até na Forbes, fica mais ainda; e se imaginar que ele é tão conhecido assim nos livros sem nunca ter escrito nenhum deles, é muito mais.

Buffett nasceu em 1930, nos Estados Unidos, e comprou sua primeira ação aos 11 anos de idade, durante a Segunda Guerra Mundial. Escolheu a famosa Bolsa de Nova Iorque, a NYSE, para investir seus US$ 114 obtidos com a venda de pipoca e amendoim. Ele comprou 3 ações da Cities Service (atual Citgo), uma empresa de óleo e gás que estava deixando de operar com serviços públicos e focando em petróleo. Pagou US$ 38 em cada papel.

O mundo estava em guerra, e guerras requerem combustível, seja para uso próprio no país ou para exportação, certo? Em virtude da guerra, o preço do petróleo oscilou bastante e o jovem Buffett vendeu os papéis quando bateram US$ 40, embolsando, então, US$ 6 de lucro na negociação. “Um prodígio”, muitos diriam.

Porém, mal sabia o aspirante a investidor que, se durante a Segunda Guerra ele já surfava de leve no preço do petróleo, após 1945, com o fim dela, poderia ter aproveitado o controle das empresas norte-americanas de metade das jazidas exploradas e das reservas de petróleo do mundo.

O que Buffett aprendeu

Com a mente de hoje, Buffett não teria se abalado ao menor sinal de oscilação dos preços da empresa que escolheu ser sócio, faria o famoso “buy and hold” (comprar e manter) e lucraria ainda mais. Só depois de um tempo, quando as ações da Cities Service chegaram a bater US$ 202 e Buffett viu que não tinha mais os papéis foi que ele se deu conta daquilo que hoje é sua principal estratégia de investimentos: ser paciente. Com um pouco mais de paciência, apenas cinco anos após o fim da Segunda Guerra Mundial, ele teria aproveitado a subida do preço de venda dos combustíveis dos EUA em mais de 40%, e também a internacionalização da Cities Service.

Para Buffett, o término da Guerra representava uma lição; para os EUA, foi a época em que se posicionaram como a superpotência mundial; para a Alemanha, foi a queda do nazismo; para quem esteve em campo de batalha ou nos campos de concentração, era a esperança de vida. Mas nada disso seria possível sem a ajuda de uma figura importante: Alan Turing.

Turing não estava no front de batalha, não era comandante estrategista de guerra ou um grande fuzileiro, na verdade sequer sabia portar uma arma. Foi simplesmente dentro de um pequeno escritório do departamento de criptografia do governo britânico que o inglês enfrentou a tirania nazista usando algo mais forte do que todo aquele arsenal bélico alemão: a sua inteligência. Ele conseguiu decifrar o código nazista Enigma, utilizado para emitir ordens na Segunda Guerra Mundial, ajudando assim a acabar com ela. Estudiosos dizem que o feito de Turing encurtou em quatro anos a sangrenta Guerra e salvou 21 milhões de vidas.

O fim de uma Guerra e o início de uma nova era

Mas essa não foi a única colaboração de Turing. O matemático e cientista inglês é considerado o pai dos computadores modernos e também da inteligência artificial. Embora ainda não haja consenso sobre quem, de fato, inventou o computador, se foi Turing ou Charles Babbage, o fato é que o primeiro colocou em prática o que o segundo trouxe em teoria – e, como vimos, foi muito além disso.

Sem as colaborações de Turing, certamente Buffett não teria aprendido tão cedo seu segredo de investimentos e posto isso como filosofia de vida, o que o tornou hoje quem ele é. Sem a ajuda de Turing, você também jamais teria esse seu home broker em casa, no trabalho, onde quer que esteja, jamais existiriam robôs de investimentos nem plataformas e ferramentas de apoio do mercado de ações e financeiro em geral.

Para sermos mais claros, vivenciaríamos até hoje uma “época dos dinossauros” nos investimentos, sendo feitos na rua, aos gritos, em que o papel de uma empresa seria literalmente um papel, ou ainda algo parecido com os pregões viva-voz, mas sem o telão de cotações para ajudar, afinal telão já é tecnologia computadorizada. No máximo continuaríamos com aquela lousa preta em que se escrevia a giz de escola os preços.

Hoje, ordens são feitas em questão de milésimos de segundos, de modo muito mais seguro, direto e é possível acompanhar em tempo real o mercado de ações que você quiser do mundo inteiro. Onde aparece tudo isso? Na tela do seu computador, a mesma ferramenta usada inclusive para você poder trabalhar remotamente durante a pandemia, sem precisar se expor ao vírus tendo que ir até o escritório, enfrentar trânsito, ter contato com pessoas. Turing não salvou apenas aquelas vidas na Guerra e ofereceu uma oportunidade para os países se reinventarem, graças a ele nossas vidas são salvas também a cada dia.

Não apenas isso, sem a colaboração de Turing até mesmo sua forma de obter informações ainda continuaria sendo igual à que Buffett usou sua vida toda: por meio de jornais, revistas, livretos, um processo bastante demorado, diga-se de passagem. Atualmente, basta um clique para termos acesso aos melhores relatórios do mercado, às melhores carteiras de ações, aos artigos mais relevantes. E isso, como você sabe, faz imensa diferença na hora de olhar o saldo final dos investimentos.

Reconhecimento

Turing não foi apenas o pai da computação e inteligência artificial, foi também do nosso modo atual de investir – e de viver. Portanto, ainda que Buffett seja um grande guru de investimentos, o papel de Turing foi ainda mais importante para desenvolver esse nosso universo. Porém, vale dizer que Turing não ganhou uma medalha de honra ao mérito em sua época; não foi aclamado mundialmente; ele sequer morreu em paz.

Nem um dos maiores feitos da história da Humanidade realizados por Turing foi suficiente para evitar que ele fosse condenado por ser… homossexual. Isso era considerado crime no Reino Unido da época. Turing, ao que tudo indica, acabou tirando sua própria vida em 1954.

Em 2013, após 59 anos desde o falecimento de Turing, a Rainha Elizabeth II assinou o perdão ao cientista. Em 2019, foi a vez do Banco da Inglaterra homenagear o herói injustiçado, revelando que o rosto de Turing seria estampado em suas novas notas de 50 libras, que entram em circulação em junho deste ano. A ação serve não apenas para homenagear postumamente as contribuições científicas de Turing, mas também para reconhecer as perseguições que ele sofreu.

A nota pode ser de 50 libras, mas, como ficou claro, Turing teve um valor muito mais inestimável para a Humanidade – e para quem somos hoje como investidores.

Capturar

Fonte: Bank of England (2021). Tradução do texto do rodapé: “frente da nota”; “verso da nota”.

Curiosidades

  • O filme O Jogo da Imitação (The Imitation Game, no original em inglês), de 2015, é baseado na história de Alan Turing e conta com um elenco de peso, como Benedict Cumberbatch (Sherlock e Doutor Estranho) e Keira Knightley (Piratas do Caribe). Veja o trailer aqui.
  • Aproveite a sessão pipoca e confira ainda a resenha do filme Como ser Warren Buffett (Becoming Warren Buffett, na versão original). Clique aqui para ler na íntegraBônus: dentro da resenha você encontra o link para a versão legendada do filme.
  • Se quiser conhecer um dos livros mais famosos inspirado nas estratégias de investimentos de Buffett, acesse aqui. 

Gostou de conhecer um pouco da história de Alan Turing juntamente com a de um Buffett ainda jovem e saber como os fatos se interligaram a ponta de influenciar até a sua forma de investir hoje? Comenta aqui embaixo e aproveite também para compartilhar o conteúdo com seus amigos!

Imagem de abertura do artigo: Wikimedia Commons.

Deixe um comentário