Walmart está investindo na empresa de automóveis autônomos da GM Cruise

LinkedIn

O Walmart (NYSE:WMT) está investindo na Cruise, subsidiária majoritária de veículos autônomos da General Motors (NYSE:GM), como parte de uma nova rodada de financiamento de US$ 2,75 bilhões para a empresa.

A decisão de investir ocorre cerca de cinco meses depois que as empresas começaram a desenvolver um programa piloto para usar os veículos autônomos da Cruise para entregas em Scottsdale, Arizona.

“Este investimento é um marco para nós – mostra nosso compromisso em levar o benefício dos carros autônomos aos nossos clientes e negócios”, disse o CEO do Walmart US John Furner em um blog na quinta-feira. “Estamos entusiasmados por nos juntarmos ao já impressionante ecossistema de parceiros e investidores de Cruise, com empresas como GM, Honda e Microsoft, enquanto trabalhamos para ser o pioneiro dessa tecnologia emergente”.

Furner disse que o Walmart está “impressionado com o modelo de negócios diferenciado de Cruise, tecnologia exclusiva e testes sem motorista incomparáveis”. O Walmart anunciou parcerias com seis empresas de veículos autônomos, incluindo Cruise, Ford Motor e Alphabet. O piloto com Cruise continua em desenvolvimento, mas o investimento é um forte voto de confiança na empresa.

Uma porta-voz do Walmart disse que continuará a trabalhar com outras empresas de veículos autônomos, apesar do investimento em Cruise.

O Walmart também é negociado na B3 através da BDR (BOV:WALM34).

A rodada de investimentos da Cruise foi inicialmente anunciada em janeiro em US$ 2 bilhões. Incluía a Microsoft, a GM, que adquiriu a Cruise em 2016, e outros investidores institucionais. Cruise se recusou a detalhar o novo financiamento por empresa. Isso eleva a avaliação de Cruise para mais de US$ 30 bilhões.

“Os carros autônomos tornarão o transporte mais seguro, limpo e acessível para todos”, disse o CEO da Cruise, Dan Ammann, em um comunicado. “Fazer isso acontecer requer uma missão clara, talento de classe mundial, grandes parceiros e muito capital”.

Comercializar veículos autônomos tem sido muito mais desafiador do que muitos previram até alguns anos atrás. Os desafios levaram a uma consolidação no setor de veículos autônomos após anos de entusiasmo promovendo a tecnologia como o próximo mercado multitrilhões de dólares para empresas de transporte.

Algumas empresas, como a Uber Technologies, desistiram de desenvolver os sistemas internamente, enquanto outras, como a Zoox, venderam para a Amazon. Waymo da Alphabet continua sendo o favorito de maior destaque, operando uma frota de veículos autônomos públicos no Arizona.

A adição do Walmart ocorre dias depois que Cruise anunciou planos de expandir as operações para Dubai em 2023 por meio de um acordo para ser o fornecedor exclusivo da cidade para táxis autônomos e serviços de transporte de passageiros até 2029.

Os anúncios desta semana são significativos para Cruise, que tem concentrado seus testes de veículos autônomos em San Francisco. Ela aumentou sua frota de teste registrada para mais de 200 veículos, mas ainda não anunciou quando planeja oferecer uma frota de robotáxis ao público na cidade, que foi nicialmente planejado para fazê-lo em 2019.

A CEO da GM, Mary Barra, disse no mês passado que a empresa está “confiante” de que Cruise vai lançar e comercializar operações “mais cedo do que muitas pessoas pensam”.

A General Motors também é negociada na B3 através da BDR (BOV:GMCO34).

(Com CNBC)

Deixe um comentário