Confira os Indicadores Econômicos desta quinta-feira (13/05/2021) - IBC-Br, IPP, Pedidos de seguro-desemprego…

LinkedIn

Confira os principais indicadores econômicos de hoje, em destaque o número de novos pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos caiu em 34 mil solicitações na semana encerrada em 8 de maio, totalizando 473 mil, após ter alcançado 507 mil na semana anterior.

Brasil

  • IBC-Br BC interrompeu sequência de dez meses consecutivos em alta e recuou 1,59% em março

O Indice de Atividade Econômica (IBC-Br) do Banco Central interrompeu uma sequência de dez meses consecutivos em alta e recuou 1,59% em março em relação a fevereiro, caindo a 140,16 pontos. Com isso, o resultado ficou ligeiramente acima da mediana das expectativas calculada pelo Termômetro CMA, de -1,70%.

Nos dados sem ajuste sazonal, o IBC-BR atingiu 145,24 pontos, alta de 6,26% em março na comparação com o mesmo período de 2020, também acima da previsão do mercado, que esperava alta de 5,50%.

Com isso, o indicador acumulou ganho de 2,27% no primeiro trimestre de 2021, enquanto no acumulado em 12 meses até março, o IBC-Br registrou perda de 3,37%. O indicador calculado pelo BC tem o objetivo de antecipar avaliações sobre o Produto Interno Bruto (PIB).

Estados Unidos

  • Índice de Preços ao Produtor dos EUA subiu 0,6% em abril, ficando acima do esperado

O Índice de Preços ao Produtor dos Estados Unidos (PPI, na sigla em inglês) subiu 0,6% em abril na comparação com o mês anterior, após a alta de 1,0% em março, já descontados os fatores sazonais, informou o Departamento do Trabalho. Analistas previam alta de 0,3% em abril.

O núcleo do índice, que exclui os preços de alimentos, energia e comércio, subiu 0,7% em abril em base mensal, após subir 0,6% em março. Os preços de alimentos avançaram 2,1% em abril em base mensal, após a alta de 0,5% em março, enquanto os preços de energia recuaram 2,4%, após a alta de 5,9% no mês anterior.

O Departamento do Trabalho informou que os preços que os consumidores americanos pagam por bens e serviços  aceleraram em seu ritmo mais rápido desde 2008,  no mês passado, com o Índice de Preços ao Consumidor subindo 4,2% em relação ao ano anterior.

  • Pedidos de seguro-desemprego nos EUA caiu em 34 mil solicitações na ultima semana

O número de novos pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos caiu em 34 mil solicitações na semana encerrada em 8 de maio, totalizando 473 mil, após ter alcançado 507 mil na semana anterior, segundo estatísticas do Departamento do Trabalho ajustadas por fatores sazonais.

Esse é o nível mais baixo do indicador desde 14 de março de 2020, quando foi registrado 256 mil pedidos.

Os analistas previam 500 mil pedidos para esta semana. Uma queda nos pedidos sugere que menos pessoas estão sem trabalho, enquanto uma alta indica o contrário.

A média móvel dos pedidos de seguro-desemprego feitos nas últimas quatro semanas, um indicador menos volátil, caiu 28.250, para 534 mil pedidos. O número total de pessoas que estavam recebendo seguro-desemprego do governo norte-americano na semana encerrada em 1 de maio caiu em 45 mil, para 3,655 milhões.

Europa

🇩🇪 Feriado da Quinta-feira da Ascensão

Deixe um comentário