Energisa (ENGI11): lucro líquido de R$ 873,3 milhões no 1T21, alta de 50,1%

LinkedIn

A Energisa, que controla distribuidoras de energia e tem negócios em transmissão e geração renovável, registrou lucro líquido de R$ 873,3 milhões no primeiro trimestre de 2021, com avanço de 50,1% em relação a igual período do ano anterior.

Além do aumento do Ebitda, o lucro líquido também foi elevado pelo efeito positivo de 251,1 milhões de reais referentes à Marcação a Mercado de Derivativos, sem efeito caixa.

A receita líquida de R$ 3,6 bilhões representou um aumento de 16,6%, considerando o mesmo período de comparação.

O ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado totalizou R$ 1,424 bilhão, crescimento de 53,3% no ano a ano.

O ebitda foi parcialmente impulsionado pelo recebimento de 264,4 milhões referentes à constituição de Fundo de Investimento em Cotas em Direitos Creditórios não padronizados (FIDC).

De acordo com a empresa, o consumo na classe residencial avançou 1,1% no período, enquanto no segmento rural cresceu 2,6%. A classe industrial, que foi muito impactada pelos efeitos da pandemia, apurou alta de 2,3% no trimestre.

O consumo total de energia, considerando os mercados cativo e livre, diminuiu 0,8% no trimestre, para 9.179,3 gigawatts-hora (GWh).

Já os custos operacionais controláveis (PMSO) caíram 7,1% no trimestre.

A companhia encerrou o quarto trimestre com endividamento líquido de R$ 14,220 bilhões, 3,8% acima do registrado em 2020. Os investimento da empresa recuaram 2,3% no trimestre, para R$ 697,5 milhões.

Os investimentos consolidados somaram R$ 697,5 milhões no primeiro trimestre, redução de 2,3% em relação ao mesmo período ano anterior.

Os resultados da Energisa (BOV:ENGI3) (BOV:ENGI4) (BOV:ENGI11) referente suas operações do primeiro trimestre de 2021 foram divulgados no dia 13/05/2021. Confira o Press Release completo!

 

Deixe um comentário