O preço do Bitcoin cai abaixo de 40k depois que a China pede repressão à mineração e comércio de bitcoin

LinkedIn

O preço do Bitcoin (COIN:BTCUSD) despencou na sexta-feira (21), após um apelo intensificado das autoridades chinesas para reprimir a mineração e o comércio da criptomoeda.

O vice-premiê chinês Liu He e o Conselho de Estado disseram em um comunicado que uma regulamentação mais rígida é necessária para proteger o sistema financeiro.

O comunicado, divulgado na sexta-feira na China, disse que é necessário “reprimir o comportamento de mineração e comércio de Bitcoin e prevenir resolutamente a transmissão de riscos individuais para o campo social”.

O preço do Bitcoin caiu cerca de -9,17%, para US$ 37.070, conforme a notícia do comunicado circulou, parte de uma queda mais ampla que viu a moeda digital despencar mais de 40% de seu pico.

A conversa dura da China vem apenas um dia depois que as autoridades americanas prometeram ser duras com aqueles que usam bitcoin para realizar “atividades ilegais em geral, incluindo a evasão de impostos”. O Departamento do Tesouro dos EUA disse que exigirá relatórios sobre as transferências criptográficas de mais de US$ 10.000, assim como acontece com o dinheiro.

As preocupações na China giravam em torno de uma série de questões.

“É necessário manter o bom funcionamento dos mercados de ações, dívida e câmbio, reprimir severamente as atividades ilegais de títulos e punir severamente as atividades financeiras ilegais”, disse o comunicado.

Como parte de seus esforços para agilizar o crescente espaço da moeda digital, o banco central da China foi um dos primeiros no mundo a desenvolver sua própria moeda digital apoiada pelo yuan. O Federal Reserve dos EUA disse na quinta-feira que lançará em breve um documento descrevendo sua própria pesquisa na área de moeda digital do banco central.

Deixe um comentário