Robinhood considera trocas de criptografia como modelo para liquidação mais rápida de ações

LinkedIn

Durante um webinário ontem (4), os CEOs da Robinhood e da Paxos trocaram ideias para acelerar os tempos de liquidação de ações.

O CEO da Robinhood, Vlad Tenev, tem se destacado publicamente desde que a alta volatilidade de ações com foco em memes, como as da GameStop e da AMC, chamou a atenção do público para o aplicativo de negociações, no início deste ano.

Na época, Tenev apareceu diante do congresso americano defendendo o D+0, ou seja, negociações são compensadas e liquidadas no mesmo dia.

“Recentemente, passou para D+2. Você faz uma espécie de idealização do que é a liquidação e tem de assumir que será instantâneo”, disse Tenev.

O CEO da Paxos, Charles Cascarilla, concordou com Tenev que negociar não precisa ser dessa maneira. “Chegamos ao fim desse velho jeito de operar. É isso que a GameStop nos mostrou”, disse Cascarilla.

“Honestamente, nós sabemos como consertar isso do mesmo modo como sabemos consertar os problemas com nossos sistemas internos. Nós só temos que fazer.”

Tenev apontou corretoras cripto como um exemplo de locais bem-sucedidos que já realizam liquidações no mesmo dia.

“Acredito que existem classes de ativos que operam essencialmente desse modo. Por exemplo, mercados de criptomoedas em que há liquidação de moeda fiduciária para criptomoedas acontecem nesses lotes pontuais.”

Atualmente, a Paxos tem uma plataforma de liquidez D+0 que insere valores mobiliários em um blockchain. Essa plataforma opera sob parâmetros restritos e sob uma carta de auxílio de ação da Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio (SEC) dos Estados Unidos.

Ao mesmo tempo, a Robinhood tem visto um aumento de usuários comprando cripto.

No entanto, essas compras de criptomoedas permanecem fortemente sob custódia, com os usuários incapazes de retirar moedas da plataforma e de colocá-las em suas próprias carteiras. A empresa está tentando mudar esse aspecto.

“Estamos formando uma grande equipe de cripto. Estamos comprometidos a fazer isso. Queremos oferecer carteiras [digitais] às pessoas”, disse Tenev.

Deixe um comentário