Shiba Inu é listado em nova exchange enquanto depósitos de SHIB sobrecarregam a Binance

LinkedIn

Shiba Inu (SHIB) foi listado em três exchanges de criptomoedas diferentes nas últimas 48 horas depois que um aumento explosivo de 966% no mesmo período levou o token para a 18ª posição no ranking de capitalização de mercado.

Descrito como o “Dogecoin Killer”, a adição instantânea de SHI na Binance na segunda-feira surpreendeu os espectadores, muitos dos quais esperavam um processo de listagem mais aprofundado pela maior exchange de criptomoedas do mundo.

Além do mais, o fato de que 50% do fornecimento do token SHIB está nas mãos de um indivíduo tornou a decisão da Binance de listar o token imediatamente ainda mais surpreendente.

A equipe de Shiba propositalmente enviou 50% do suprimento de 1 quatrilhão de tokens para o co-criador do Ethereum, o Vitalik Buterin como um meio de colocar os tokens fora de circulação. Os outros 50% foram aparentemente enviados para o aplicativo Uniswap para fornecer liquidez. Ao fazer isso, os criadores afirmam ter criado um token descentralizado, cujo destino será decidido exclusivamente pelo mercado.

O fundador e CEO da Binance, Changpeng Zhao, falou sobre a questão de Shiba Inu na segunda-feira, dizendo ao seu público no Twitter que a exchange estava simplesmente seguindo a demanda do usuário. Zhao disse que a demanda para negociar SHIB era tão alta que a Binance ficou sem endereços de depósito para o token baseado em Ethereum:

“Alguns expressaram preocupações sobre a listagem de $SHIB. Nós seguimos os usuários. Há um grande número de usuários exigindo isso, a ponto de ficarmos sem endereços de depósito ETH devido a listagem do SHIB hoje. Nunca aconteceu antes para qualquer outra moeda ERC20”

“Não o endossamos. O risco é super alto. NFA”, acrescentou.

O recente surgimento do Shiba Inu veio com a ascensão do Dogecoin (DOGE). Como Dogecoin, Shiba Inu é uma variação do meme do cão Shiba Inu. Também como o Dogecoin, Shiba despertou de meses de inatividade para atingir o ponto mais alto em 20 de abril – ou seja, dia 20/4 – no mesmo dia em que o Dogecoin atingiu o máximo histórico de US $0,420.

Mas o que há com Shiba Inu, exceto cães engraçados e ganhos percentuais loucos? Bem, o “woofpaper” do projeto alude à criação do ShibaSwap, uma exchange descentralizada onde os titulares do SHIB poderão trocar tokens e participar de yield farmings. A exchange está atualmente passando por “testes de segurança, auditorias e atualizações finais”, de acordo com o site do projeto.

Além do SHIB, o projeto também engloba um sistema de vários tokens que consiste em BONE e LEASH. Todos os três devem ser usados como parte do recurso de yield farmings do Shiba Inu.

Além de Binance e FTX, a OKEx também entrou na linha e listou Shiba Inu de acordo com o comunicado de imprensa na terça-feira.

O CEO da OKEx, Jay Hao, usou o termo “experimental” para descrever as motivações por trás da listagem de tokens e declarou a disposição de listar tokens “meméticos”.

“Temos o prazer de dar as boas-vindas a Shiba Inu na plataforma OKEx. Aprecio seu espírito experimental, que é exatamente o que a blockchain e o espaço de criptomoeda precisam. Em troca, temos o prazer de oferecer um portfólio diversificado de criptomoedas, incluindo tokens meméticos”, disse Hao.

CoinGecko, um agregador de dados de criptomoeda com cerca de 100 milhões de visualizações por mês, ainda não forneceu a Shiba Inu uma listagem adequada. Ao que tudo indica, isso ocorre porque até o momento ele não conseguiu determinar os números de circulação precisos para o token.

Perguntamos a Binance como a presença de 500 trilhões de SHIB (no valor de mais de US $15 bilhões) na carteira pessoal de Vitalik Buterin afetou seus cálculos do estoque circulante do token. Binance se recusou a comentar sobre assuntos relacionados a Shiba Inu.

Por Greg Thomson

Deixe um comentário