Futuros dos EUA apontam para uma abertura positiva em Wall Street

LinkedIn

ÁSIA: As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em baixa nesta segunda-feira, depois de uma sexta-feira de venda em Wall Street, enquanto a China manteve inalterada a taxa principal de empréstimos (LPR) de um ano em 3,85% e manteve a LPR de cinco anos estável em 4,65%, de acordo com as expectativas da maioria dos analistas em uma pesquisa da Reuters.

O composto de Xangai subiu 0,12%, para 3.529,18 pontos e o Shenzhen Component subiu 0,40%, para 14.641,29 pontos, no continente.

As bolsas japonesas lideraram as perdas regionais, com o Nikkei chegando a cair 4%, mas conseguiu reduzir parte dessas perdas no final, mas ainda fechou em queda de 3,29%, em 28.010,93 pontos. O índice Topix caiu 2,42%, encerrando seu dia em 1.899,45 pontos, com perdas na maioria dos setores. As ações de montadoras como Nissan e Honda caíram 4,07% e 3,93%, respectivamente. As ações da fabricante de robôs Fanuc despencaram 5,62%. Entre os bancos, as ações do Mitsubishi UFJ Financial Group caíram 2,72% e as ações do Mizuho Financial Group caíram 2,25%.

O índice Hang Seng de Hong Kong caiu 0,96%.

O Kospi da Coreia do Sul caiu 0,83% no dia, para 3.240,79 pontos, apesar das exportações sul-coreanas terem aumentado quase 30% nos primeiros 20 dias de junho, numa indicação de que a recuperação da região está avançando, mesmo com os persistentes surtos de infecções em muitos lugares.

Na Austrália, o S & P / ASX 200 caiu 1,81% para fechar em 7.235,30 pontos, uma baixa de quase três semanas, com as ações de tecnologia subindo repentinamente à medida que ações como bancos, indústrias e commodities diminuíram. Entre as mineradoras, BHP caiu 1,9%, enquanto Fortescue Metals e Rio Tinto recuaram 3,1% e 2,8%, respectivamente. Entre as produtoras de petróleo, Oil Search caiu 3,2%, Santos recuou 0,6% e Woodside Petroleum fechou em queda de 1,9%.

O índice MSCI para a Ásia-Pacífico exceto Japão caiu 1,29%.

EUROPA: As bolsas europeias abriram agitadas na manhã de segunda-feira, após o nervosismo nos mercados globais com o tom mais “hawkish” do Federal Reserve dos EUA na semana passada.

O pan-europeu Stoxx 600 recupera e sobe 0,51% nas negociações matinais desta segunda-feira. O alemão DAX 30 sobe 0,59%, o francês CAC 40 avança 0,32%, enquanto o FTSE MIB da Itália e o IBEX 35 da Espanha avançam 0,45% e 0,08%, respectivamente.

Em Londres, o FTSE 100 sobe 0,19%. Entre as mineradoras listadas n LSE, Anglo American sobe 2,2%, Antofagasta avança 1,6%, BHP adiciona 0,7%, enquanto Rio Tinto recua 0,9%, após o UBS rebaixar a Rio Tinto para vender, alegando que os preços do minério de ferro podem ter atingido seu pico. Entre as gigantes petrolíferas, BP cai 0,3% e Royal Dutch Shell sobe 0,3%.

A presidente do BCE, Christine Lagarde reuniu o conselho num retiro de três dias nas montanhas no norte de Frankfurt, onde, nas suas próprias palavras, registaram “bons progressos” na revisão estratégica que deverá ser anunciada até final do ano. A presidente também presta contas nesta segunda-feira perante o Parlamento Europeu.

EUA: Os futuros dos índices de ações sobem na manhã de segunda-feira, depois que o Dow registrou a sua pior semana desde outubro de 2020. Não houve muitas notícias da noite para o dia para provocar a reviravolta, embora o Banco do Japão tenha anunciado compras de fundos negociados em bolsa depois que o Nikkei afundou mais de 3%.

Na sexta-feira, as ações em Wall Street caíram com os investidores digerindo as novas projeções econômicas do Federal Reserve e preocupados com a possibilidade de aumentos nas taxas de juros ocorrerem antes do esperado. O Fed aumentou na quarta-feira suas expectativas de inflação e projeções de aumento das taxas em 2023, enquanto o presidente do Fed de St. Louis, Jim Bullard, disse na sexta-feira que era natural para o banco central inclinar-se um pouco mais “hawkish” e ver taxas de juros mais altas já em 2022.

O Goldman Sachs disse em nota que os investidores podem estar interpretando a inclinação “hawkish” do Fed na quarta-feira como um sinal de que uma expansão econômica pós-pandemia dos EUA pode ser um pouco mais difícil de alcançar em um ambiente de política monetária menos acomodatícia.

O Dow caiu 1,58% na sexta-feira, fechando em 33.290,08, enquanto o S & P 500 recuou 1,31%, em 4.166,45 pontos. O Nasdaq Composite fechou em queda de 0,92%, em 14.030,38 pontos. O CBOE Volatility Index, ou VIX, que representa a volatilidade esperada do mercado de ações dos EUA nos próximos 30 dias, subiu 16,6%.

Na semana passada, o Dow caiu 3,5%, enquanto o S&P 500 e o Nasdaq caíram 1,9% e 0,2%, respectivamente, pesada por setores ligados à recuperação econômica. Os setores financeiro e de materiais do S&P 500 perderam mais de 6% na semana, enquanto o de energia caiu mais de 5% e o industrial caiu mais de 3%, mas mesmo assim, os principais índices acionários dos EUA permanecem relativamente próximos de seus recordes, à medida que a economia continua a recuperar da recessão causada pela pandemia. O S&P 500 está apenas cerca de 2% abaixo de sua máxima histórica e o Dow está menos de 5% de seu recorde estabelecido no mês passado.

A curva de rendimento dos Títulos do Tesouro dos EUA também se achatou na semana passada. Os rendimentos dos títulos do Tesouro de curto prazo, como a nota de 2 anos, aumentaram, refletindo as expectativas do Fed aumentando suas taxas. Os rendimentos de longo prazo, como a nota de 10 anos, recuaram, um sinal de menos otimismo em relação ao crescimento econômico. O rendimento do Título do Tesouro de 10 anos diminuiu para 1,40% na segunda-feira, ante 1,43% na sexta-feira.

Os investidores aguardam aparições públicas de membros do Fed na segunda-feira. Bullard e o presidente do Fed de Dallas, Robert Kaplan, devem falar virtualmente em um painel do Fórum Oficial de Instituições Monetárias e Financeiras às 10h00. O presidente do Fed de Nova York, John Williams, deve fazer comentários em um evento da Coalizão de Bancos de Médio Porte da América às 16h00 desta segunda-feira.

Não há dados econômicos relevantes para serem divulgados.

ÍNDICES FUTUROS – 7h30:
Dow: +0,58%
SP500: +0,45%
NASDAQ: +0,47%

COMMODITIES:
MinFe Dailan:+1,03%
Brent: +0,11%
WTI: +0,21%
Soja: -1,04%
Ouro: +0,84%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados. O texto não é indicação de compra ou venda de ativos.

Deixe um comentário