Sanepar: MP-PR apresenta denúncia no âmbito da Operação Ductos, que investiga pagamentos indevidos por serviços não prestados e fraudes em licitações

LinkedIn

O Ministério Público do Paraná apresentou denúncia criminal contra 26 pessoas e duas empresas por supostas ilegalidades cometidas a partir de contratos firmados com a Sanepar.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:SAPR11), nesta quarta-feira (23). Confira o documento na íntegra.

A companhia informou que afastou, cautelarmente, todos os empregados envolvidos e criou uma força-tarefa para apuração interna.

“Essa comissão envolveu as áreas de auditoria interna e de compliance e contou com o suporte de áreas técnicas da companhia”, destacou a Sanepar.

Segundo a Sanepar, a investigação interna resultou em um relatório que foi encaminhado ao Ministério Público.

A Operação Ductos foi deflagrada em julho do ano passado. Segundo os promotores, entre 2012 e 2020, em razão do pagamento de propina a diversos funcionários da Sanepar, uma empresa de engenharia foi beneficiada em licitações.

Os contratos não foram devidamente fiscalizados e resultaram em prejuízo aos cofres públicos.

Lucro líquido de R$ 246,5 milhões no 1T21, queda de 3,7%

Sanepar registrou lucro líquido de R$ 246,5 milhões no primeiro trimestre de 2021, queda de 3,7% na comparação anual, a R$ 246,5 milhões.

receita líquida da estatal paranaense de saneamento caiu 1,6% nos três primeiros meses do ano, a R$ 1,23 bilhão.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – teve leve variação positiva de 0,3%, a R$ 522,7 milhões.

Deixe um comentário