Engie pagará dividendos complementares no valor de R$ 609,6 milhões

LinkedIn

A Engie Brasil informou que sua diretoria definiu a data de 12 de julho de 2021 para o pagamento dos dividendos complementares no valor de R$ 609.594.085,57 correspondentes a R$ 0,7471177357 por ação, proventos complementares aos dividendos intermediários, dividendos intermediários adicionais e juros sobre o capital próprio referentes ao exercício de 2020.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:(EGIE3) nesta quinta-feira (01). Confira o comunicado na íntegra.

Tem direito a receber quem tinha ações da empresa até o fim do dia11 de  maio de 2021, conforme o aviso aos acionistas publicado em 28 de abril.

Segundo a companhia, o total de proventos do exercício de 2020 atingiu R$ 2.016.754.364,44 (R$ 2,4717315830 por ação), equivalente a 100% do lucro líquido distribuível (desconsiderando a repactuação do risco hidrológico).

Engie Brasil (EGIE3): lucro líquido de R$ 529 milhões, alta de 3,3%

A Engie Brasil registrou lucro de R$ 529 milhões no primeiro trimestre, alta de 3,3% em comparação com igual período em 2020. De acordo com o grupo, os resultados foram impactados pela variação do Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M) na correção das concessões a pagar.

receita operacional líquida ficou em R$ 3,25 bilhões, aumento de 25,3% na comparação anual.

Ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – cresceu 30,5% em relação ao primeiro trimestre do ano passado e alcançou R$ 1,73 bilhão.

Durante o trimestre, contribuíram para o aumento da geração de energia a melhoria das condições hidrológicas na Região Sul, onde a companhia opera usinas hidrelétricas, assim como a entrada em operação do Conjunto Eólico Campo Largo II, localizado em Umburanas (BA). Ao todo, a produção de energia nas usinas operadas pela EBE foi de 9.938 gigawatts hora (GWh) nos três primeiros meses do ano, volume 26% maior do que o registrado no primeiro trimestre de 2020.

Os investimentos da EBE no primeiro trimestre somaram R$ 982 milhões, com a maior parte aplicada na construção dos novos projetos. Ao todo, o grupo planeja investir R$ 3,6 bilhões para o ano de 2021, com foco em ativos de geração renovável e transmissão.

Deixe um comentário