Equatorial: energia total distribuída no 2TRI cresceu 10,7% ante o mesmo período de 2020 atingindo 5.917 GWh

LinkedIn

A Equatorial apresentou os dados relacionados ao fechamento do segundo trimestre de 2021 (2T21), com aumento da energia total distribuída em 10,7%, com relação ao mesmo período de 2020.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:EQTL3), nesta quarta-feira (21).

No semestre, o aumento foi de 7,3%, com relação ao primeiro semestre do ano passado.

O maior impacto do resultado veio dos consumidores livres, que consumiram 35,1% a mais no 2T21, em comparação ao 2T20. No semestre, esse grupo consumiu 24,7% a mais do que o mesmo período de 2020.

Entre as unidades, a com maior avanço no segundo trimestre é a Equatorial Piauí, que cresceu 14,7% e 9,9% no primeiro semestre, sempre em comparação com os mesmos períodos de análise do ano anterior.

O número total de consumidores também cresceu. A variação positiva no 2T21, em relação ao 2T20, foi de 2,2%, passando de 7.709.427 para 7.875.598, incluindo residenciais convencionais, de baixa renda, comerciais e industriais.

A empresa pretende divulgar os resultados do 2T21 no dia 12 de agosto

VISÃO DO MERCADO
BTG Pactual

O BTG Pactual mantém a recomendação de compra e o preço-alvo de R$ 29 das ações da Equatorial Energia, após a companhia reportar alta de 10,7% no volume total da energia distribuída pelas quatro concessionárias no segundo trimestre.

Entre abril e junho, foram consumidos 5.917 gigawatts-hora (GWh) na comparação com o mesmo trimestre de 2020. A prévia operacional foi divulgada ontem pela companhia. O resultado consolidado será divulgado em 11 de agosto.

“Os volumes faturados aumentaram 9% em relação aos níveis pré-pandemia ajustados”, comentam os analistas do banco.

Em relatório, o BTG Pactual reforça que a flexibilização das medidas restritivas para conter o avanço da covid-19 levaram os clientes do segmento comercial a apresentarem uma recuperação “mais forte”, com alta de 17,8% ante o segundo trimestre do ano passado.

Enquanto “Os clientes residenciais de baixa renda e industriais também tiveram recuperações significativas“, avalia o banco, após o volume de energia das classes subir 21,9% e 4,7%, respectivamente.

Lucro líquido ajustado de R$ 401 milhões no 1T21, alta de 7,1%

Equatorial Energia registrou lucro líquido ajustado de R$ 401,0 milhões no primeiro trimestre de 2021, uma alta de 7,1% na comparação com o mesmo período do ano passado.

A receita operacional líquida caiu 1,6% no período, para R$ 4,2 bilhões, na base anual.

O Ebtida – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado trimestral teve alta de 1,1%, para R$ 1,0 bilhão, quando comparado com o mesmo período de 2020, beneficiado pela expansão do mercado nas distribuidoras e aumento da parcela B.

Segundo a companhia elétrica, o indicador foi impactado pelas regras do IFRS 15 aplicadas aos projetos de transmissão — o Ebitda nesses negócios foi menor devido à redução dos investimentos, já que os empreendimentos foram concluídos.

Deixe um comentário