Mater Dei: Equitas aumenta para 5,07% sua participação no capital social da companhia

LinkedIn

O Hospital Mater Dei recebeu uma correspondência da Equitas Administração de Fundos de Investimentos, informando que os fundos de investimento geridos pela Equitas, passaram a deter 18.006.146 ações ordinárias de emissão da Companhia, representando, aproximadamente, 5,07% do capital social da Companhia.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:MATD3)nesta quarta-feira (21).

A Companhia ressalta que as informações específicas exigidas pelo artigo 12 da Instrução CVM 358 constam na correspondência enviada pela Equitas à Companhia, conforme documento anexo a este comunicado.

A empresa pretende divulgar os resultados do 2T21 no dia 12 de Agosto

Mater Dei (MATD3): lucro líquido de R$ 26,4 milhões no 1T21, alta de 72%

A rede mineira de hospitais Mater Dei encerrou o primeiro trimestre de 2021 com lucro de R$ 26,4 milhões, o que representa uma alta de 72% ante o resultado do mesmo período de 2020.

Foi a primeira divulgação de resultados financeiros feita pela companhia desde a estreia na B3, em 16 de abril.

ebtida – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – aumentou 68%, para R$ 62,08 milhões.

receita líquida aumentou 33%, para R$ 226,7 milhões — um recorde, segundo a administração da companhia, que refletiu o aumento de 21% dos leitos no período.

Os custos dos serviços prestados aumentaram 25%, para R$ 137,8 milhões. O principal aumento foi na linha de materiais e medicamentos, que subiu 43,5% em relação ao primeiro trimestre de 2020, devido a uma maior concentração de itens relacionados ao atendimento de pacientes com covid-19.

Os preços de itens como bloqueadores e analgésicos para intubação e equipamentos de proteção individual “foram inflacionados substancialmente durante a pandemia em virtude da escassez de oferta quando comparado à demanda”, diz a administração da Mater Dei em relatório.

Deixe um comentário