Receita do Goldman Sachs no 2T21 foi impulsionada pelo forte mercado de IPO

LinkedIn

O Goldman Sachs (NYSE:GS) divulgou na terça-feira (13) os lucros do segundo trimestre que ultrapassaram as expectativas de Wall Street, impulsionados pelo forte desempenho dos bancos de investimento em meio a um robusto mercado de IPO.

Resultados:

Lucro por ação: US$ 15,02 por ação contra US$ 10,24 esperados por analistas ouvidos pela Refinitiv. Há um ano, o Goldman registrou EPS de US$ 6,26 (53 centavos por ação se contabilizados os custos relacionados ao acordo do 1MDB).
Receita: US$ 15,39 bilhões contra US$ 12,17 bilhões esperados.

As ações do Goldman subiram 0,5% no pré-mercado após a divulgação de resultados. As ações já subiram 45% em 2021, pois os investidores anteciparam fortes resultados em meio ao retorno econômico da pandemia.

O Goldman Sachs também é negociado na B3 através da BDR (BOV:GSGI34). As ações GSGI34 fecharam a um preço de R$ 197,72 na segunda-feira.

Gráfico candle 6 meses (diário) da GSGI34 - br.advfn.com

Gráfico candle 6 meses (diário) da GSGI34 – br.advfn.com

O banco de investimento registrou o segundo trimestre de maior receita de todos os tempos, atrás do primeiro trimestre de 2021, à medida que um mercado de IPO em expansão impulsionou a subscrição de ações do Goldman.

As empresas estão correndo para abrir o capital neste ano em uma tentativa de tirar proveito de um mercado de ações em altas recordes. O capital levantado por meio de IPOs tradicionais até agora em 2021 totalizou um recorde de US$ 135 bilhões, ultrapassando de longe a média de cinco anos de apenas US$ 53 bilhões anuais, de acordo com a FactSet.

A receita líquida do Goldman com banco de investimento totalizou US$ 3,61 bilhões, acima da estimativa consensual de US$ 3 bilhões, de acordo com a FactSet. A carteira de pedidos aumentou significativamente desde o final de 2020, encerrando o segundo trimestre em um nível recorde, disse o banco.

No acumulado do ano, o banco com sede em Nova York ficou em primeiro lugar em fusões e aquisições globalmente, ações mundiais e ofertas relacionadas a ações, ofertas de ações ordinárias e ofertas públicas iniciais.

Os negócios de trading do Goldman viram uma desaceleração esperada à medida que o boom da volatilidade induzida pela pandemia começou a diminuir. A receita líquida totalizou US$ 4,90 bilhões no último trimestre, em comparação com US$ 7,58 bilhões no primeiro trimestre de 2021. A soma foi dividida entre US$ 2,23 bilhões em ações e US$ 2,58 bilhões em renda fixa. Ambos os números vieram ligeiramente acima das estimativas, de acordo com a FactSet.

Sua unidade de gestão de ativos gerou receita recorde de US$ 5,13 bilhões no segundo trimestre, impulsionada por vendas recordes de investimentos de capital.

O Goldman também anunciou que seu conselho aprovou um aumento planejado de 60% no dividendo trimestral para US$ 2 por ação a partir do terceiro trimestre de 2021.

Fontes: CNBC, FX empire, FX Street, Wall Street, Reuters

Deixe um comentário