Steve Wozniak: Bitcoin é ‘milagre matemático'

LinkedIn

Steve Wozniak, cofundador da Apple, afirma ser um grande defensor do bitcoin (COIN:BTCUSD).

Em uma apresentação na Talent Land Jalisco, conferência para investidores de tecnologia, Wozniak disse que não investe em bitcoin, mas acredita na criptomoeda para o futuro.

Além disso, o cofundador da Apple afirmou que a criptomoeda é mais atrativa que o ouro, quando falou “o ouro é limitado e você tem de procurar por ele; bitcoin é o mais incrível milagre matemático”.

Steve Wozniak tem sua própria criptomoeda: o token cripto Efforce (WOZX), que é habilitado para a rede Ethereum e permite o investimento em projetos de eficiência energética.

A criptomoeda teve sua maior alta em dezembro de 2020, quando chegou a ser negociada a US$ 3,15. Atualmente, Efforce conta com uma capitalização de mercado de US$ 78 milhões.

O cofundador da Apple se une a uma crescente lista de importantes nomes do setor financeiro e de tecnologia que acreditam no potencial do bitcoin.

Entre esses nomes constam o do investidor bilionário Stanley Druckenmiller e do ex-diretor de comunicações da Casa Branca, Anthony Scaramucci. Este, que também é cofundador da Skybridge Capital, afirmou, em uma entrevista em março ao Decrypt, que estava “exclusivamente focado” em bitcoin.

A Skybridge Capital disse que irá lançar um fundo privado de investimentos na rede Ethereum, mas seu cofundador permanece acreditando no bitcoin.

Além disso, o CEO do Twitter (TWTR), Jack Dorsey, é um dos mais conhecidos entusiastas de longa data do bitcoin.

Elon Musk, CEO da Tesla (TSLA; TSLA34), se envolveu com o bitcoin, mas também criticou o impacto ambiental da criptomoeda.

Deixe um comentário