Eletrobras (ELET3): lucro líquido de R$ 2,5 bilhão no 2T21, alta de 439%

LinkedIn

A Eletrobras obteve lucro líquido de R$ 2,5 bilhões no segundo trimestre do ano, alta de 439% na comparação anual. O lucro líquido recorrente, que considera ajustes não mencionados nos destaques, teve alta de 601% no período, para R$ 4,5 milhões na mesma base de comparação.

O lucro do 2T21 foi impactado positivamente pelos resultados em transmissão, em decorrência da Revisão Tarifária Periódica com efeitos a partir de julho de 2020 e pela melhora nos resultados de geração devido, principalmente, ao aumento do volume e preços praticados e novos contratos bilaterais do ACL e maior receita no mercado de curto prazo decorrente da liquidação na CCEE devido ao aumento do preço do PLD, e negativamente pelas provisões para contingências de R$ 1.099 milhões, com destaque para R$ 600 milhões relativos ao empréstimo compulsório.

A receita operacional líquida atingiu R$ 7,959 milhões no 2T21, um crescimento de 49%, influenciada pelo efeito na receita de transmissão da revisão tarifária, melhor performance nos contratos bilaterais e maior de receita de liquidação junto à CCEE.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – avançou 61,7% na mesma comparação, para R$ 3,222 bilhões. O Ebtida recorrente apresentou aumento de 116%, de R$ 2.219 milhões no 2T20 para R$ 4.794 milhões no 2T21.

A venda de energia gerada pela estatal totalizou 45,3 gigawatts-hora (GWh), queda de 3% no segundo trimestre na comparação com o mesmo intervalo do ano anterior. A energia elétrica comprada para revenda atingiu R$ 507 milhões no período, 41% maior que o mesmo período de 2020.

Segundo a companhia, os investimentos realizados em geração somaram R$ 483 milhões no trimestre, dos quais R$ 154 milhões foram para manutenção e R$ 329 milhões em implantação. Deste total, R$ 250 milhões foram alocados em Angra 3. Na área de transmissão a empresa aportou R$ 277 milhões, sendo R$ 213 milhões para reforços e melhorias.

As receitas com geração, por sua vez, aumentaram 7% e totalizaram R$ 5,716 bilhões na base anual.

Ao final do trimestre, a dívida líquida recorrente da Eletrobras era de R$ 16,928 bilhões, 20% menor que o visto no mesmo intervalo do ano anterior. A alavancagem, medida pela relação dívida líquida por ebitda recorrente, alcançou 1,0 vez no trimestre, queda de 65% na base anual.

Os resultados da Eletrobras (BOV:ELET3) (BOV:ELET6) referentes suas operações do segundo trimestre de 2021 foram divulgados no dia 12/08/2021. Confira o Press Release completo!

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

Deixe um comentário