Fed: recuperação do mercado de trabalho nos EUA está distante

LinkedIn

O presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, forneceu poucas pistas sobre os próximos passos do banco central norte-americano ou sobre em que nível está a discussão para a retirada gradual da acomodação durante bate-papo com estudantes, mas voltou a dizer que a recuperação completa do mercado de trabalho dos Estados Unidos está longe de acontecer.

“O mercado de trabalho sofreu com a pandemia, mas há uma recuperação em curso, acompanhando a retomada da economia. Sentimos que há um desejo das pessoas de voltarem a trabalhar, mas esse processo de reintegração leva tempo. Ainda estamos distantes da recuperação completa do mercado de trabalho”, afirmou.

Em julho, a economia dos Estados Unidos criou 943 mil postos de trabalho e a taxa de desemprego caiu de 5,9% para 5,4%, de acordo com dados divulgados no início do mês pelo Departamento do Trabalho do país. Em junho foram criadas 938 mil vagas.

O pleno emprego e a estabilidade de preços em 2% são os objetivos perseguidos pelo Fed, que desde março do ano passado tem mantido a taxa de juros na faixa entre zero e 0,25% ao ano e retomado as compras de ativos – hoje em US$ 120 bilhões ao mês – para apoiar a economia norte-americana a atravessar a crise provocada pela pandemia de covid-19.

Graças ao processo de vacinação, a economia dos Estados Unidos conseguiu se recuperar mais rápido do que o previsto em um processo acompanhado da disparada da inflação no país. Em meio a esse cenário, os membros do comitê de política monetária passaram a discutir o momento ideal para a retirada gradual da acomodação via compra de ativos, enquanto o mercado especula sobre uma elevação antecipada da taxa de juros para conter a pressão inflacionária.

Falando aos estudantes, Powell lembrou da importância da comunicação clara da política monetária em meio aos processos de mudança. “Ter uma comunicação clara é a chave para uma política monetária eficiente”, disse.

Prestes a alterar a condução da política monetária, o chefe do Fed já afirmou em várias ocasiões que qualquer ação do banco central norte-americano será anunciada antecipadamente para que o público e os mercados não sejam pegos de surpresa.

Sobre a economia, Powell afirmou aos estudantes que houve a necessidade de adaptação às diretrizes de saúde, o que fez com que as pessoas trabalhassem remotamente e que empresas transformassem seus negócios em um modelo on-line a exemplo de restaurantes que priorizaram as entregas.

“A economia não será mais como conhecíamos antes da pandemia. A covid-19 não desapareceu e deve permanecer entre nós por algum tempo mesmo com um processo de vacinação em curso”, afirmou ele, acrescentando que o Fed acompanha de perto os efeitos da variante Delta do coronavírus na economia, embora não haja sinais de prejuízos significativos no momento.

(Com informações do TC e CMA)

Deixe um comentário