Ouro fecha em queda com a divulgação do payroll dos EUA

LinkedIn

O contrato futuro de ouro mais líquido fechou em queda de mais de 2% nesta sexta-feira, com menor demanda pela segurança do metal precioso, após o relatório de emprego dos Estados Unidos, o payroll, mostrar forte criação de postos de trabalho no país em julho.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para dezembro cedeu 2,53%, a US$ 1.763,10 a onça-troy, em baixa semanal de 2,98%.

O Departamento de Trabalho dos EUA informou, nesta sexta-feira, que a economia americana criou 943 mil vagas no mês passado, acima da mediana de estimativas de analistas consultados pelo Projeções Broadcast, de 900 mil.

O resultado forneceu suporte ao dólar e aos retornos dos Treasuries. Como ouro compete com a renda fixa como reserva de segurança, investidores tendem a preferir os títulos públicos americanos quando os rendimentos estão em alta, já que o metal precioso não rende juros.

“O ouro pode ter mais pressão para baixo, à medida que as apostas de redução de estímulos pelo Federal Reserve (Fed, o banco central americano) crescem após este forte payroll”, explica o analista Edward Moya, da Oanda.

(Com informações da CNBC e Estadão)

Deixe um comentário