Coinbase faz pedido para negociar futuros de criptomoedas nos EUA

LinkedIn

A principal exchange dos EUA, a Coinbase (BOV:C2OI34), apresentou um pedido para se tornar um Futures Commission Merchant (FCM) registrado na National Futures Association (NFA).

Os detalhes são esparsos, mas de acordo com o site da NFA, o pedido pendente foi registrado em 15 de setembro sob o nome de “Coinbase Global Inc.”

A Coinbase destacou a iniciativa no Twitter em 16 de setembro e afirmou que “este é o próximo passo para ampliar nossas ofertas e oferecer negociações de futuros e derivativos em nossas plataformas. Objetivo: aumentar ainda mais a criptoeconomia. ”

Se a Coinbase se tornar um membro aprovado do FCM sob o NFA, a empresa precisará se registrar junto ao regulador de derivativos dos EUA, a Commodity Futures Trading Commission, para obter a autorização final.

Os mercados de derivativos de criptomoedas superam os mercados à vista e, apesar da abundância de revéses regulatórios baseados em FUD, os derivativos explodiram em popularidade em 2021. De acordo com dados da CoinGecko, o mercado processou mais de US$ 143 bilhões nas últimas 24 horas. Binance, FTX e Bybit atualmente lideram o grupo em termos de contratos em aberto de 24 horas, com US$ 10,1 bilhões, US$ 6,8 bilhões e US$ 3,8 bilhões, respectivamente.

A Coinbase espera que sua mudança para futuros e derivativos seja muito mais suave do que seus planos de oferecer um produto de empréstimo em USD Coin (USDC), depois que a Securities and Exchange Commission (SEC) ameaçou processar a empresa se ela prosseguisse com o lançamento.

De acordo com um relatório de 15 de setembro do The Economic Times, a Coinbase também vendeu US$ 2 bilhões em títulos de dívida esta semana, em uma oferta que gerou US $ 7 bilhões em pedidos feitos para títulos de sete e dez anos.

Brian Quarmby

Deixe um comentário