Ouro fecha em baixa, pressionado pelo fortalecimento do dólar

LinkedIn

O ouro fechou em baixa, pressionado pelo fortalecimento do dólar ante moedas rivais e de países emergentes. A alta da divisa norte-americana pressiona commodities cotadas em dólar como o ouro, pois as torna mais caras a investidores que negociam com outras moedas.

O movimento ocorreu à medida que investidores acompanharam comentários de dirigentes de bancos centrais, incluindo do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para dezembro recuou 0,84%, a US$ 1.722,90 por onça-troy.

O mercado cambial pressionou o metal precioso à medida que o dólar se valorizou diante de mais sinalizações de que o Fed deve começar a reduzir em breve o estímulo monetário que provê ao sistema financeiro dos Estados Unidos.

Presidente da instituição, Jerome Powell reiterou que a economia americana está próxima de atingir o “progresso substancial” necessário para iniciar o tapering.

O presidente da distrital da Filadélfia do Fed, Patrick Harker, emitiu visão similar em evento online quanto á redução dos estímulos. O dirigente, que não tem direito a voto nas reuniões do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) este ano, também disse não ver razão para o Fed subir os juros nos EUA antes do fim de 2022 ou começo de 2023.

Com a forte valorização do dólar, a queda nos juros dos Treasuries ao longo do dia não foi suficiente para tirar o ouro do território negativo. O recuo nos retornos da renda fixa americana costuma beneficiar o metal, pois ambos concorrem como reserva de segurança de operadores.

Informações TC e Estado

Deixe um comentário