Artista brasileira de 17 anos cria NFTs para ajudar causas sociais

LinkedIn

Uma artista brasileira de apenas 17 anos está criando NFTs para apoiar causas sociais.

Laura Wagner mora na cidade de São Paulo e faz publicações em duas contas no Instagram (@aquarelau e @explainingtojojo), com pinturas, ilustrações e animações digitais.

Desta vez, criou uma coleção de NFTs chamada “Eyes for Brazil” que está disponível na plataforma de negociação de NFTs OpenSea, que tem sua estrutura na blockchain da rede Ethereum.

Na página, Laura se apresenta e explica a iniciativa:

“Meu nome é Laura Wagner. Eu sou uma garota de 17 anos de São Paulo, Brasil. O projeto Olhos para o Brasil visa ajudar brasileiros de comunidades de baixa renda que enfrentam dificuldades acentuadas pela pandemia do COVID-19. Apresento a vocês um acervo de 27 obras – com 8 exemplares cada – que personificam os 26 estados brasileiros mais Brasília, a capital federal do país. A ilustração que representa Brasília mostra um estrangeiro sem olhos, expressando a falta de perspectiva trazida pela má conduta de nossas autoridades no manejo da pandemia. Todas as obras de arte serão lançadas ao longo do tempo e terão uma criatura diferente usando uma máscara. Para os compradores, seus rostos completos serão divulgados. As ilustrações estão disponíveis como NFTs na plataforma OpenSea, e 100% dos fundos das vendas líquidas e royalties serão usados ​​para apoiar ONGs verificadas (consulte nosso compromisso e lista de ONGs aqui). Acredito que os olhos comunicam nossos pensamentos mais íntimos e pessoais. Espero que possamos ver tempos melhores à frente.”

Segundo o MoneyTimes, a iniciativa conta com o apoio e assessoria do escritório de advocacia Pinheiro Neto.

Ao portal, Laura disse:

“É gratificante conseguir, por meio da arte, promover conexões que geram impacto positivo concreto para a sociedade.”

Tem mais Brasil

Outro brasileiro que acaba de lançar uma coleção de NFTs é o skatista Bob Burnquist.

A coleção foi lançada para mintagem no marketplace brasileiro Hic et Nunc, baseado na blockchain da Tezos (XTZ) e tem o nome de Burnquist Gold.

A coleção é composta por 1.618 tokens não fungíveis oferecidos ao preço inicial de 1,618 XTZ, o equivalente a R$ 63,52.

Burnquist presenteou seus seguidores com 5 NFTs para celebrar o lançamento da coleção.

Os NFTs são grafismos baseados na proporção áurea (Golden Ratio), também conhecida como proporção divina na matemática.

Os elementos que são recombinados para criar os NFTs incluem o “retângulo dourado” cujos comprimentos laterais respeitam a proporção áurea, a logomarca de Burnquist, o código binário baseado em entradas e saídas (Input/Output) e a “flor da vida”, um padrão geométrico formado por dezenove círculos entrelaçados inscritos no interior de uma esfera que remontam a civilizações da antiguidade.

O resultado são peças assim descritas no site oficial do skatista:

“Ao combinar estes elementos, chegamos a uma bela Regra de Ouro de enquadramento e autenticação. Há uma característica única de assinatura na arte de Bob. O círculo no canto superior direito de suas composições. Normalmente é o sol, mas pode significar muitas outras coisas. É um círculo de conexão espiritual. Representa a conexão do poder divino em tudo. Tudo veio junto. O símbolo de proporção áurea é um círculo com uma linha que o divide. Também é um io. Entradas e saídas. Se encaixa perfeitamente.”

Por Rafael Chinaglia

Deixe um comentário