Facebook (FB, FBOK34) tem lucro líquido de US$ 9,2 bilhões no 3º trimestre de 2021

LinkedIn

As  ações do Facebook (NASDAQ:FB) subiram em negociações estendidas de segunda-feira (25), depois que a empresa relatou lucros melhores do que o esperado no terceiro trimestre, enquanto a receita não atingiu as estimativas dos analistas.

  • Lucro por ação: US$ 3,22 contra US$ 3,19 por ação esperado pelos analistas, de acordo com a Refinitiv.
  • Receita: US$ 29,01 bilhões contra US$ 29,57 bilhões esperados por analistas, de acordo com a Refinitiv.
  • Usuários ativos diários (DAUs): 1,93 bilhão contra 1,93 bilhão esperado pelos analistas, de acordo com StreetAccount.
  • Usuários ativos mensais (MAUs): 2,91 bilhões contra 2,93 bilhões esperados pelos analistas, de acordo com StreetAccount.
  • Receita média por usuário (ARPU):  US$ 10,00 contra US$ 10,15 esperados pelos analistas, de acordo com StreetAccount.

O Facebook anunciou seus planos de dividir seu Facebook Reality Labs em seu próprio segmento de relatórios a partir do quarto trimestre. Essa unidade se concentra em produtos de hardware, realidade aumentada e realidade virtual. O outro segmento de receita da empresa virá de sua família de aplicativos, que inclui Facebook, Instagram, Messenger, WhatsApp e outros serviços.

A empresa registrou receita de US$ 29,01 bilhões no trimestre, um aumento de 35% em comparação com o ano anterior. O lucro líquido do Facebook cresceu 17% para US$ 9,2 bilhões, de US$ 7,8 bilhões um ano antes.

Mas toda a atenção recente no Facebook vem de uma série de relatórios, inicialmente do The Wall Street Journal, sobre pesquisas internas divulgadas pela ex-funcionária Frances Haugen.

Haugen inicialmente compartilhou alguns dos documentos que adquiriu durante seu tempo no Facebook com o The Wall Street Journal, e então ela apareceu diante de um painel do Senado no início deste mês para testemunhar sobre suas experiências na empresa. Desde então, Haugen divulgou os documentos para vários outros meios de comunicação.

Os relatórios mostram que o Facebook está ciente de muitos dos danos que seus aplicativos e serviços causam, mas não corrige os problemas ou se esforça para resolvê-los. Espera-se que mais documentos sejam compartilhados diariamente nas próximas semanas.

Desde que Haugen começou a vazar documentos e testemunhar, outro denunciante apresentou uma declaração com alegações sobre o comportamento do Facebook, e a denunciante anterior, Sophie Zhang, voltou a se manifestar contra a empresa.

A ligação do Facebook com analistas na tarde de segunda-feira será a primeira vez que o CEO Mark Zuckerberg fala publicamente desde que Haugen começou a divulgar documentos. Zuckerberg abordou algumas das afirmações feitas por Haugen e o Journal em uma postagem do Facebook em 5 de outubro.

O Facebook também é negociado na B3 através do ticker (BOV:FBOK34). As ações FBOK34 fecharam o pregão de segunda-feira a um último preço de R$ 65,08 reais.

Fontes: CNBC, FX empire, FX Street, Wall Street, Reuters

Deixe um comentário