SpaceX atinge avaliação de US$ 100 bilhões após venda secundária de ações

LinkedIn

A avaliação da SpaceX de Elon Musk ultrapassou US$ 100 bilhões após uma venda de ações por investidores existentes anunciada esta semana, segundo apuração da CNBC.

A SpaceX tem um acordo com investidores novos e existentes para vender até US$ 755 milhões em ações de insiders a US$ 560 por ação – aumentando o valor da empresa para US$ 100,3 bilhões. A empresa não levantou novo capital neste momento, com a oferta de compra representando uma venda secundária de ações existentes.

O novo preço das ações é um aumento de 33% em relação à última avaliação da SpaceX de US$ 74 bilhões em US$ 419,99 por ação em fevereiro, quando a empresa levantou quase US$ 1,2 bilhão. A empresa fez uma transação secundária semelhante em fevereiro, com um acordo para insiders vender até US$ 750 milhões na época.

A nova avaliação da SpaceX a torna uma das raras empresas privadas “centicórnio” ou “hectocórnio” do mundo – um unicórnio de US$ 1 bilhão vezes 100 vezes. A SpaceX de Musk é agora a segunda empresa privada mais valiosa do mundo, de acordo com a CB Insights, atrás apenas da Bytedance da China e ultrapassando a firma de fintech Stripe.

A SpaceX não é uma empresa de capital aberto e o financiamento é privado.

A avaliação da empresa disparou nos últimos anos, à medida que a SpaceX arrecadou bilhões para financiar o trabalho em dois projetos de capital intensivo: Starship e Starlink.

Starlink é o plano da empresa de construir uma rede de internet interconectada com milhares de satélites, conhecida na indústria espacial como uma constelação, projetada para fornecer internet de alta velocidade a consumidores em qualquer lugar do planeta. A SpaceX lançou 1.740 satélites Starlink até o momento, e a rede tem mais de 100.000 usuários em 14 países que estão participando de um beta público, com serviço ao preço de US$ 99 por mês.

Starship é o foguete de última geração que a SpaceX está desenvolvendo para lançar cargas e pessoas em missões à Lua e Marte. A empresa está testando protótipos em uma instalação no sul do Texas e já realizou vários voos de teste curtos. Alcançar a órbita é o próximo passo no teste do foguete, com a SpaceX aguardando a aprovação regulatória para seu próximo lançamento.

Deixe um comentário