Crypto.com compra os direitos sobre o nome do estádio do Los Angeles Laker

LinkedIn

A Crypto.com, bolsa de criptomoedas com sede em Cingapura, anunciou hoje que garantiu os direitos de nomenclatura para o Staples Center – a casa do Los Angeles Lakers e do Clippers da NBA, bem como dos Sparks da WNBA e Kings da NHL – pelos próximos 20 anos.

O acordo entre a Crypto.com e o proprietário do estádio e operadora AEG foi, supostamente, de US$ 700 milhões, superando o acordo de US$ 135 milhões que a bolsa rival FTX fechou em maio deste ano para obter os direitos do nome para a arena Miami Heat.

E isso não é tudo. No mês passado, a Coinbase, sediada nos Estados Unidos, fechou um acordo com a NBA, WNBA, ligas afiliadas e o basquete dos EUA para ter uma “presença de marca” em todas as quadras da liga.

Resumindo, os fãs de basquete verão muitos anúncios de empresas de criptomoedas. Os fãs de Laker, em particular, devem circular no dia 25 de dezembro – não apenas porque vão assistir Lebron enfrentar o Brooklyn Nets no Natal. Essa é a data em que o atual Staples Center se torna oficialmente Arena Crypto.com.

“Estamos extremamente orgulhosos de anunciar que o Staples Center, a arena mais icônica de Los Angeles, está recebendo um novo nome:  http://Crypto.com Arena. Como parte desta parceria de 20 anos, também estamos entusiasmados em dar as boas-vindas aos @Lakers e @LAKings como nossos mais novos parceiros!”

Como parte do acordo, a Crypto.com também fará parceria direta com o LA Kings e o Los Angeles Lakers. Também existe a possibilidade da exchange se movimentar mais fortemente na cidade, como a FTX fez em Miami.

“Estamos muito entusiasmados com a parceria com a AEG e o investimento de longo prazo nesta cidade, começando com a Crypto.com Arena no centro da cidade”, disse o CEO e co-fundador da Crypto.com Kris Marszalek em um blog.

A empresa está em todo o cenário esportivo, garantindo patrocínios no UFC e corridas de Fórmula 1, bem como parcerias com clubes individuais, como o time de futebol francês Paris Saint-Germain e o time de hóquei Montreal Canadiens.

Por João Victor

Deixe um comentário