Pague Menos (PGMN3): lucro líquido de R$ 29,9 milhões, queda de 25,6%

LinkedIn

A rede de drogarias Pague Menos registrou lucro líquido de R$ 29,9 milhões no terceiro trimestre deste ano, uma queda de 25,6% em relação ao mesmo período de 2020. Já o lucro bruto teve incremento de 11,2% na base anual, somando R$ 604,6 milhões.

Segundo a empresa, o resultado veio com a variação no imposto de renda e contribuição social mais que compensando o avanço do resultado operacional e melhora no resultado financeiro

“Expurgando o efeito da capitalização de custos do IPO incorridos no 3º trimestre de 2020, que reduziram a base de cálculo do imposto de renda, o lucro líquido teria apresentado crescimento de 21,7%”, justificou.

Ebitda – juros, impostos, depreciação e amortização – foi de R$ 151,8 milhões no terceiro trimestre, o que representa alta de 1,5% em relação ao mesmo período do ano passado.

Ao fim de setembro, a dívida bruta da Pague Menos chegou a R$ 774,1 milhões, queda de 18% em relação a um ano antes. O endividamento líquido subiu 9,6% na comparação com o segundo trimestre deste ano, para R$ 451,3 milhões, com a relação dívida líquida e Ebitda de 0,7 vez.

As vendas cresceram 7,4%, com forte destaque também para o digital, que avançou 71,8%, representando 8,5% das vendas totais – 3,2 pontos percentuais a mais do que no mesmo trimestre de 2020.

A venda média mensal por loja no trimestre foi de R$ 605 mil, patamar abaixo que o observado no trimestre anterior em função da adição de 25 novas lojas no portfólio. Tal adição deve impactar nos resultados dos próximos trimestres.

As vendas mesmas lojas (SSS) cresceram 7,1% em relação ao terceiro trimestre de 2020. Já as lojas maduras registraram avanço de 6,6%.

As vendas digitais cresceram 71,8% ante o terceiro trimestre do ano passado e alcançaram 8,5% das vendas totais. A participação representa alta de 3,2 pontos percentuais ante o mesmo período de 2020.

A Pague Menos informou que foram inauguradas 25 novas lojas no trimestre, totalizando 32 no ano, ou seja, mais de 80% de todas abertas em 2021. Assim, a rede atingiu 1.126 pontos de venda distribuídos em 339 municípios.

Das 32 lojas inauguradas, 97% estão no Norte e Nordeste e 84% posicionadas em microrregiões com predominância das classes B, C e D.

A Pague Menos agora tem 5,7% de market share Brasil, um crescimento de 0,1 ponto percentual em relação ao mesmo trimestre de 2020.

Os resultados da Pague Menos (BOV:PGMN3) referentes suas operações do terceiro trimestre de 2021 foram divulgados no dia 04/11/2021. Confira o Press Release completo!

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

Deixe um comentário