Aura Minerals inicia construção do Projeto Almas, de mineração de ouro no estado do Tocantins

LinkedIn

A Aura Minerals iniciou a construção do Projeto Almas, de mineração de ouro no estado do Tocantins. A previsão é de que ele comece a operar no início de 2023, com produção média anual de 51 mil onças de ouro. A vida útil do projeto será de 17 anos, segundo as estimativas a respeito das reservas minerais no local.

Nos 12 meses terminados em setembro, a Aura Minerals (BOV:AURA33) produziu cerca de 260 mil onças de ouro. A companhia espera que esse volume cresça para 400 mil a 480 mil onças em 2024. A entrada em operação do projeto Almas é uma das etapas necessárias para cumprir esta meta.

O investimento total no Projeto Almas será de aproximadamente US$ 73 milhões, e será financiado com recursos captados em julho deste ano via a emissão de R$ 400 milhões em debêntures com vencimento em cinco anos.

A construção do Projeto Almas inicia com atraso. No meio do ano a Aura teve suspenso o auto de imissão de posse de parte das terras que havia sido concedido à empresa depois de o governo do Tocantins afirmar na Justiça que o projeto poderia causar danos ambientais.

O início das obras só foi possível após acordo com o governo, que culminou com a liberação da licença de instalação.

Informações Trademap

Deixe um comentário