Banco Pan (BPAN4): lucro líquido de R$ 190 milhões no 4T21, alta de 11%

LinkedIn

O Banco Pan obteve lucro líquido de R$ 190 milhões no quarto trimestre de 2021, o que representa alta de 11% em relação aos R$ 171 milhões do mesmo período do ano anterior. Em relação ao terceiro trimestre de 2021, quando registrou lucro líquido de R$ 191 milhões, o resultado ficou praticamente estável.

O banco anunciou que terminou o ano de 2021 com 17,1 milhões de clientes. O número representa uma média diária de 46 mil novos clientes no ano passado, o que levou a um crescimento total de 124% ante o ano completo de 2020.

O Pan informou que os fatores que mais contribuíram para o resultado financeiro do quarto trimestre foram a margem financeira (que chegou a R$ 6,6 bilhões, alta anual de 24%), redução das despesas e receitas maiores com prestação de serviços.

O retorno anualizado sobre patrimônio líquido médio foi de 13,3% no 4T21, frente ao retorno de 13,6% no 3T21 e de 13,0% no 4T20. O retorno ajustado anualizado (não auditado) foi de 18,0% no 4T21, frente aos retornos de 18,4% no 3T21 e de 20,9% no 4T20.

A carteira de crédito expandida encerrou 2021 com saldo de R$ 34,896 bilhões, crescimento de 5% em relação aos R$ 33,262 bilhões do terceiro trimestre de 2021 e de 21% em relação aos de R$ 28,907 bilhões no final de 2020.

O indicador de créditos vencidos acima de 90 dias sobre a carteira foi de 6,3% frente a 5,8% no 3T21, evoluindo conforme a mudança de mix do portfólio. O indicador de créditos vencidos entre 15 e 90 dias sobre a carteira total do 4T21 foi de 7,8%, 0,3 ponto porcentual maior do que o 7,5% do 3T21 e 1,5 ponto porcentual maior do que o mesmo período de 2020.

Em 2021, o NIM Gerencial refletiu em uma margem financeira de R$ 6.662 milhões, crescimento de 24% em relação ao R$ 5.372 milhões de 2020 e 59% em relação aos R$ 4.183 milhões em 2019.

A despesa líquida de provisão de créditos totalizou R$ 408 milhões, frente aos R$ 378 milhões do 3T21 e aos R$ 247 milhões do 4T20. Em relação à carteira, estas despesas líquidas de recuperação anualizadas passaram de 4,6% no 3T21 para 4,8% no 4T21.

O banco chegou a 17,1 milhões de clientes no quarto trimestre de 2021, aumento de 124% em 12 meses.

Em função da consolidação do Banco PAN no consolidado prudencial do BTG Pactual, o índice de Basileia individual deixou de ser formalmente divulgado. Entretanto, seguimos divulgando um índice gerencial para acompanhamento da capitalização do Banco PAN.

O Índice de Basileia gerencial (proforma) encerrou o 4T21 em 17,3% frente aos 15,3% registrados ao final do 3T21 e aos 15,9% registrados no 4T20, todos compostos integralmente por Capital Principal. No 4T21, consideramos também o efeito da incorporação da Mosaico, que ainda não foi concluída e aguarda aprovação pelo Banco Central do Brasil.

No comunicado, a direção do banco destaca o crescimento da base de clientes, que chegou a 42 mil novos clientes por dia útil no último trimestre de 2021, sendo mais de 49% originados de forma orgânica. O banco fechou 2021 com mais de 12,7 milhões de banking clientes. O banco afirmou ter conquistado cerca de 9,5 milhões de novos clientes em 2021.

Os resultados da Banco PAN (BOV:BPAN4) referentes às suas operações do quarto trimestre de 2021 foram divulgados no dia 08/02/2022. Confira o Press release na íntegra!

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

Deixe um comentário