Fechamento Ibovespa: Bolsa fecha em alta de 1,98% e todos os destaques de hoje (16/03/2022)

LinkedIn

O Ibovespa fechou em alta de 1,98%, a 111.112 pontos após o pregão desta Super Quarta, que contou com a decisão do Federal Reserve, o banco central dos EUA, de aumentar as taxas de juros para 0,25%. O anúncio, feito às 15h, movimentou o fim da sessão e impulsionou os índices de Wall Street.

A primeira alta em três anos da taxa nos EUA veio acompanhada por um plano agressivo para empurrar os juros de volta a patamares baixos em 2023.

No discurso, o presidente do Fed, Jerome Powell, afirmou que o mercado de trabalho teve um bom desempenho nos últimos meses, o que diminuiu a taxa de desemprego e pressionou a inflação. Ele acrescentou que o conflito na Ucrânia deve continuar a impulsionar o aumento dos preços.

➡️ Veja o fechamento desta quarta-feira:

🇧🇷 IBOV: +1,98%, a 111.112 pts
🏢 IFIX: +0,10%, a 2.711 pts
💵 Dólar: -1,28%, a R$ 5,0925
💶 Euro: -0,43%, a R$ 5,6251
💰Bitcoin: +3,48%, a R$ 210.141

🇺🇸 Nova York
Dow Jones: +1,55%, a 34.063 pts
S&P 500: +2,24%, a 4.357 pts
Nasdaq: +3,77%, a 13.436 pts

Acompanhe as altas e baixas da bolsa nos últimos dias:

Data Variação Pontuação Volume Financeiro
02/03/2022 1,8% 115.173,61 R$ 32,4 bilhões
03/03/2022   -0,01%  115.165,55  R$ 31,3 bilhões
04/03/2022  -0,8%  114.249,66 R$ 28 bilhões
07/03/2022 -2,9% 111.593,46 R$ 40,8 bilhões
08/03/2022 -0,3%  111.203,45  R$ 42,4 bilhões
09/03/2022  2,4%  113.900,34 R$ 33,5 bilhões
10/03/2022 -0,2%    113.663,13 R$ 33,8 bilhões
11/03/2022 -1,72% 111.713,07 R$ 28,2 bilhões
14/03/2022 – 1,60%   109.927,62  R$ 28,9 bilhões
15/03/2022 -0,9%   108.959,30 R$ 35,8 bilhões
16/03/2022 2,0% 111.112,43 R$ 48,4 bilhões

DESTAQUES DO IBOVESPA – (pregão à vista)

  • ALTAS IBOVESPA

CVCB3: +17,15%, a R$ 11,82
LWSA3: +10,33%, a R$ 9,29
BIDI11: +9,94%, a R$ 17,15
ECOR3: +8,88%, a R$ 6,99
NTCO3: +7,29%, a R$ 23,41

  • BAIXAS IBOVESPA

YDUQ3: -10,48%, a R$ 16,40
CIEL3: -3,11%, a R$ 2,49
RRRP3: -2,55%, a R$ 33,96
PRIO3: -2,32%, a R$ 23,16
COGN3: -1,42%, a R$ 2,08

Confira o ranking completo de todos os papéis negociados na B3.

  • 💥 Confira os destaques corporativos de hoje 💥

    AES (AESB3)

    A AES Brasil recebeu, da Fitch Ratings, nota Rating Nacional de Longo Prazo ‘AA(bra)’, com Perspectiva Estável, para a primeira Emissão de Debêntures da AES Tietê Eólica.

    A AES Brasil adquiriu a usina de Cordilheira dos Ventos, em leilão no qual a companhia foi a única participante. O valor total da negociação foi de R$ 42 milhões. Saiba mais…

    Aliansce Sonae (ALSO3) e BrMalls (BRML3)

    A nova oferta de fusão divulgada pela Aliansce Sonae desagradou aos principais acionistas da BR Malls, que já manifestaram sua contrariedade ao conselho de administração. Saiba mais…

    Ambipar (AMBP3)

    A Ambipar aprovou um programa de recompra de ações. Saiba mais…

    Ânima (ANIM3) e Telefônica Brasil (VIVT3)

    A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica aprovou, sem restrições, joint venture na área de educação a ser constituída entre Telefônica Brasil e Ânima Holding. A nova empresa atuará no desenvolvimento de negócio voltado à exploração comercial de cursos digitais livres e de curta duração para capacitação profissional. Saiba mais…

    BrMalls (BRML3)

    A BRMalls informou a realização de uma parceria com a incorporadora Vitacon. O objetivo é desenvolver prédios residenciais e de centros médicos que vão totalizar cerca de 210 mil m² de área privativa. Saiba mais…

    CBA (CBAV3) 

    A CBA reverteu o prejuízo líquido de R$ 498 milhões do quarto trimestre de 2020 para um lucro líquido de R$ 615 milhões no 4T21. Saiba mais…

    Cielo (CIEL3)

    A CVM aceitou uma proposta de acordo apresentada por Gustavo Sousa, presidente da Cielo, para encerrar um processo administrativo da época em que era diretor de relações com investidores da companhia.

    CSN (CSNA3)

    A CSN anunciou aos seus clientes que vai aumentar os preços do aço no mês que vem. Serão dois reajustes, o primeiro de 12,5% a partir de 1º de abril, e um outro no dia 15, de 7,5%. Saiba mais…

    CVC Brasil (CVCB3) 

    A operadora de turismo CVC registrou um prejuízo líquido de R$ 145,8 milhões no quarto trimestre, revertendo lucro de R$ 392,5 milhões do quarto trimestre do ano passado. Saiba mais…

    Dasa (DASA3)

    A Dasa comunicou a conclusão pela sua subsidiária Ímpar Serviços Hospitalares da aquisição de 97,68% do capital social da Marimed Serviços Médicos, responsável pela operação do Hospital Paraná, na cidade de Maringá (PR). Saiba mais…

    Eletrobras (ELET3/ELET6)

    A Eletrobras encerrou as atividades da Sociedade de Propósito Específico (SPE) Inambari Geração de Energia. Esta sociedade tinha como sócios a Construtora OAS (51%), a própria Eletrobras (29,4%) e sua subsidiária Furnas Centrais Elétricas (19,6%). Saiba mais…

    Elfa (ELFA3)

    A Elfa Medicamentos anunciou sua segunda emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em série única, da espécie com garantia real, com prazo de vencimento de seis anos contados da data de sua emissão. Saiba mais…

    Embraer (EMBR3)

    A Eve UAM, LLC, uma empresa da Embraer, informa que formou um consórcio de organizações líderes em Mobilidade Aérea Urbana (UAM, na sigla em inglês) e facilitadores de tecnologia, incluindo Skyports, L3Harris Technologies e CAMI (do inglês, Community Air Mobility Initiative), para desenvolver um Conceito de Operações (CONOPS) de UAM entre o Aeroporto Internacional de Miami (MIA) e o Centro de Convenções de Miami Beach. Saiba mais…

    Iguatemi (IGTI11) 

    A Iguatemi registrou um lucro líquido de R$ 82,8 milhões no quarto trimestre de 2021, ante R$ 82,016 milhões no mesmo período do ano anterior. Isso representa um aumento de 1,1%. Saiba mais…

    IRB Brasil RE (IRBR3) 

    A IRB Brasil RE recebeu aval da B3, no dia 11 de março, para prorrogar o prazo de obrigação de adaptação em seu estatuto social diante regulamentação do Novo Mercado.

    Light (LIGT3)

    A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou um aumento médio de 14,68% nas contas de luz dos clientes atendidos pela Light, concessionária de distribuição de energia que atua no Rio de Janeiro. Saiba mais…

    Marcopolo (POMO4) 

    A Marcopolo aprovou uma mudança em suas subsidiárias. A San Matino Ônibus, empresa do grupo, será incorporada pela Ciferal Indústria de Ônibus, outra empresa do grupo Marcopolo.

    Méliuz (CASH3) 

    A Méliuz apresentou sua nova identidade visual. De acordo com a empresa, a nova identidade também reforça um novo posicionamento. Saiba mais…

    O conselho de administração da Méliuz aprovou a outorga de 648.180 ações que serão distribuídas aos participantes do programa de outorga de opções da empresa.

    Multilaser (MLAS3)

    A Multilaser firmou parceria com a DJI, empresa do mercado global de drones, para comercialização e distribuição de produtos da marca no país. Saiba mais…

    Neoenergia (NEOE3)

    A Neoenergia iniciou as obras de implantação da linha de transmissão de energia Itabapoana, localizada entre os estados de MG, ES e RJ.

    Petrobras (PETR3/PETR4) 

    A Petrobras recebeu mais duas indicações de nomes para compor o conselho de administração. A eleição deles ocorrerá em assembleia geral ordinária, marcada para 13 de abril.

    A Petrobras divulgou um comunicado nesta terça referente às notícias veiculadas sobre a venda de suas participações, de 51% na Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil (TBG), e de 25% na Transportadora Sulbrasileira de Gás (TSB). Saiba mais…

    Depois de ser intimada pela Justiça a se manifestar em ação que questiona o aumento de combustíveis anunciado na semana passada, a Petrobras disse que a suspensão do reajuste poderá levar ao “desabastecimento” e ao “caos” no País.

    A Petrobras estuda fazer uma campanha para mostrar que os preços dos combustíveis têm acontecido no mundo todo e não apenas no Brasil, depois de a estatal ter anunciado o maior aumento da gasolina e do diesel dos últimos cinco anos. Saiba mais…

    Um trabalhador morreu, na manhã desta quarta-feira, num pouso de emergência de um helicóptero que fazia o transporte de pessoas entre Salvador (BA) e o campo de Manati, localizado no sul do Estado e operado pela Petrobras. Saiba mais…

    Petrorio (PRIO3)

    A PetroRio acaba de concluir o projeto de melhoria no sistema de geração de energia do FPSO Bravo, parte do polo Polvo & Tubarão Martelo, na bacia de Campos. A unidade passará a utilizar gás natural no lugar de diesel, reduzindo assim os custos e as emissões de gases efeito estufa (GEE). Saiba mais…

    Raízen (RAIZ4) 

    A Raízen, por meio de sua subsidiária Raízen Trading, adquiriu R$ 230 milhões em derivados do petróleo da Shell Trading US Company.

    Rede D’Or (RDOR3) 

    A Rede D’Or concluiu a aquisição do Hospital Aeroporto. A transação foi feita por meio da subsidiária Hospital Esperança.

    SmartFit (SMFT3) 

    A SmartFit divulgou prejuízo líquido de R$ 110,2 milhões ante prejuízo de R$ 88,7 milhões no 4TRI20. Isto significa um aumento das perdas de 24%. Saiba mais…

    Taurus (TASA3/TASA4)

    A Taurus registrou lucro líquido de R$ 206,9 milhões no período, queda de 26% em relação ao 4T20.

    Terra Santa Agro (LAND3)

    A Terra Santa Agro teve lucro líquido de R$ 20,1 milhões no 4T21, contra R$ 1,6 milhão um ano antes.

    Trisul (TRIS3)

    A incorporadora Trisul obteve lucro líquido de R$ 16,882 milhões no quarto trimestre de 2021, encolhimento de 70% em relação ao mesmo intervalo de 2020.

    Yduqs (YDUQ3)

    A Yduqs reduziu o prejuízo líquido para R$ 74,3 milhões no quarto trimestre de 2021 ante R$ 102,6 milhões no mesmo período de 2020. A variação representa uma melhora de 27,6%.

    (Com informações da CMA e Momento B3)

Deixe um comentário