PIB cresceu 4,6% em 2021

LinkedIn

O PIB cresceu 4,6% em 2021 na comparação com o ano anterior. No comparativo semestral, o crescimento foi de 0,5%. Os resultados ficaram acima das expectativas do mercado financeiro, de +4,3 e 0,3%, respectivamente, conforme o Termômetro CMA.

O total acumulado em 2022 foi de R$ 8,7 trilhões, e a renda per capita atingiu R$ 40.688,1, aumentando 3,9% na comparação com o ano anterior.

Na comparação com o mesmo trimestre de 2020, houve crescimento de 1,6%, sendo o quarto resultado positivo após quatro taxas negativas. Já a taxa de investimento subiu 19,2% ante crescimento de 16,6% em 2020. A taxa de poupança foi de 17,4% frente aos 14,7% registrados em 2020.

O Valor Adicionado a preços básicos cresceu 4,3%, enquanto o volume dos Impostos sobre Produtos Líquidos de Subsídios avançou 6,4%. Este Valor Adicionado reflete o desempenho da Agropecuária (-0,2%), Indústria (4,5%) e Serviços (4,7%).

O destaque positivo na Indústria foi a performance da Construção (9,7%), que caiu 6,3% em 2020. Transformação (4,5%) também apresentou bom desempenho.

Já em Serviços, os destaques ficam por conta de Informação e comunicação (12,3%), Transporte, armazenagem e correio (11,4%), Outras atividades de serviços (7,6%), Comércio (5,5%) e Atividades imobiliárias (2,2%).

O resultado negativo da Agropecuária deve-se ao fraco desempenho de culturas como o milho, café e cana de açúcar, assim como da pecuária (bovinos e leite), que foram impactadas diretamente pelas condições climáticas.

Informações Agência CMA

Deixe um comentário