Suzano estima desembolso total operacional de R$ 1.500 por tonelada até 2027 em celulose

LinkedIn

A Suzano atualizou suas estimativas de longo prazo de desembolsos operacionais do seu negócio de celulose. A empresa estima atingir desembolso total operacional de, aproximadamente, R$ 1.500 por tonelada até 2027.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:SUZB3) nesta quarta-feira (30).

Em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa explica que a estimativa tem como base a perspectiva de desempenho operacional de longo prazo do negócio de celulose da companhia considerando, dentre outros fatores, o impacto dos preços das commodities, as iniciativas de gestão e planejamento e a entrada em operação da nova planta de celulose prevista para o segundo semestre de 2024 (Projeto Cerrado).

Também foram considerados na composição da estimativa, os desembolsos operacionais: custo caixa de produção de celulose (incluindo paradas programadas) de R$ 620/t; custos e despesas logísticas, com vendas e administrativas de R$ 560/t; e investimentos de manutenção (capex de manutenção) de R$ 320/t.

“Visando retratar a visão de longo prazo em um horizonte de 5 anos adiante, inclusive no contexto de entrada em produção da nova planta de celulose no período, a estimativa do desembolso total operacional até 2024 foi descontinuada”, informa.

A empresa observa que as estimativas refletem valores reais, não sendo consideradas expectativas ou premissas de inflação ou variação cambial no período de 2023 em diante. A empresa considera ainda as estimativas a operação da companhia à plena capacidade.

Informações Broadcast

Deixe um comentário