WeChat suspende várias contas associadas à negociação de NFTs

LinkedIn

O WeChat da Tencent Holdings suspendeu várias contas que promovem colecionáveis ​​digitais, um termo comumente usado na China para se referir a tokens não fungíveis (NFTs) que não podem ser comprados ou negociados usando criptomoedas.

WeChat – a maior e mais popular plataforma de mídia social da China, com uma base de usuários de mais de 1,2 bilhão – disse que o principal motivo para o banimento da conta foi a especulação de bitcoin nos sites.

As contas públicas que permitem a negociação de NFTs principais devem demonstrar colaboração com empresas de blockchain registradas na Administração do Ciberespaço da China, afirmou o WeChat.

Os miniprogramas da plataforma suportam colecionáveis ​​digitais exclusivamente como “presentes no mercado primário” e como componentes de exposições digitais.

WeChat é radical contra a promoção NFT

A transação e a circulação multinível de coleções digitais são fechadas e, se alguma atividade agressiva, como contornar, for descoberta, a conta será suspensa ou excluída, dependendo da gravidade da violação, conforme informou a Sina News, uma agência de notícia estatal chinesa.

As contas públicas que foram suspensas agora precisam enviar um Certificado de Cooperação (COC) com uma empresa de blockchain que foi registrada e aprovada pela CCA.

No entanto, algumas contas foram suspensas devido a preocupações com fraudes, afirmou o relatório.

Mais contas públicas segmentadas

De acordo com uma pesquisa realizada pelo South China Morning Post, pelo menos uma dúzia de contas públicas do WeChat usadas para publicar e enviar conteúdo para seguidores foram suspensas nas últimas duas semanas.

Várias outras contas públicas foram bloqueadas, incluindo Art Meta Yuanyishu, Yidianshuzang, Earth Zero, One Meta, Guizang Metaverse, Yuanben Space, Huasheng Meta, Nuofangti, Shenda Shuzang e iBox.

No entanto, a conta WeChat da Tencent Magic Core não foi afetada, levantando especulações de que apenas pequenas ou médias empresas foram alvo.

Documentos pertinentes necessários

De acordo com uma fonte não identificada, o WeChat havia notificado os marketplaces de NFT com contas na plataforma de que precisavam apresentar confirmação de sua elegibilidade para participar das operações comerciais mencionadas.

Em um comunicado, a equipe do WeChat explicou:

“Para combater a especulação em transações em moeda virtual, a plataforma pública WeChat padronizou e corrigiu contas públicas e pequenos programas para especulação e venda secundária de coleções digitais.”

A China tem sido um oponente vocal de criptomoedas e moedas não fiduciárias. Foi incluído na lista de países no ano passado que proibiram o uso do que chama de “ativos digitais virtuais” e sua mineração.

O governo justificou a restrição citando o aumento do uso de eletricidade e a degradação ambiental. Desde então, as empresas de internet do país vivem em ansiedade quando se trata de lidar com ativos digitais.

Com informações de Bitcoinist

Deixe um comentário