CCR: tráfego de veículos nas rodovias aumenta 10,9% em março

LinkedIn

A CCR divulgou seu boletim mensal de tráfego nas concessões rodoviárias que administra, além do braço de mobilidade urbana e aeroportos.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:CCRO3) nesta segunda-feira (11).

Nas rodovias, o tráfego total em março cresceu 10,9%, frente a igual mês de 2021. Na comparação com mesmo período de 2020, a alta foi de 17,7%. Sem a concessionária ViaSul e ViaCosteira, houve avanço de 13,6% em março de 2022 sobre 2021 e de 20,1% na relação com 2020.

No mês passado, o movimento consolidado de carros de passeio cresceu 36,5% em relação a março de 2021 e aumento de 32,6% na comparação com 2020. Sem ViaSul e Via Costeira, a alta foi de 32,1% sobre 2021 e de 29,6% ante 2020. Na categoria comercial, houve queda de 3,5% em relação a 2021 e alta de 8% sobre igual mês de 2020.

Nas concessões de mobilidade urbana, a CCR registrou aumento de 91,7% no movimento de março de 2022 em relação ao mesmo mês de 2021, e queda de 9,8% sobre 2020.

Nos aeroportos, o movimento teve alta de 81,1% na comparação com março de 2021 e queda de 14,8% em relação ao mesmo mês do ano de 2020.

CCR (CCRO3): prejuízo líquido de R$ 133,2 milhões no 4T21

Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR) teve prejuízo líquido de R$ 133,2 milhões no quarto trimestre de 2021, uma piora em relação ao resultado negativo de R$ 74,8 milhões, registrado no mesmo período do ano anterior. Se considerada a mesma base de comparação, a companhia teria apresentado um lucro de R$ 182,6 milhões.

A companhia, porém, teve de outubro a dezembro lucro líquido de 182,6 milhões de reais, ante prejuízo de 12,3 milhões um ano antes, nas mesmas base de comparação.

Segundo a CCR, as diferenças entre esses comparativos têm a ver com efeitos extraordinários, como o vencimento de algumas concessões, como da Rodonorte (PR), que aceleram despesas com depreciação e amortização.

Informações Broadcast

Deixe um comentário