Exchange de criptomoedas Bitso é lançada na Colômbia

LinkedIn

A plataforma mexicana de criptomoedas Bitso começou a operar na Colômbia, seu quarto mercado, onde espera acumular 1 milhão de clientes apenas este mês, disse o cofundador e presidente-executivo Daniel Vogel.

A Bitso está entre a crescente coleção de “unicórnios” da América Latina – empresas com avaliação de pelo menos US$ 1 bilhão – e vale cerca de US$ 2,2 bilhões, após uma rodada de financiamento em 2021, na qual levantou US$ 250 milhões.

A Bitso oferecerá aos clientes transferências instantâneas através do sistema de pagamento PSE, vendas de criptomoedas como bitcoin e ether, bem como o uso de sua nova plataforma de investimento Bitso+.

Atualmente, a Bitso tem 4 milhões de clientes no México, Brasil e Argentina.

“Com nosso lançamento na Colômbia, esperamos atingir 5 milhões de clientes e achamos que podemos fazer isso este mês”, disse Vogel à Reuters em entrevista por telefone.

“Vemos a Colômbia como um mercado chave para nós, no qual estamos entrando com esse plano de expansão do ponto de vista de nossos produtos, contratando pessoas (e) crescendo no país – é um mercado muito dinâmico em termos de criptomoedas”, ele acrescentou, embora tenha se recusado a dizer quanto a Bitso investiria no país andino.

Vogel, economista e engenheiro de sistemas formado pela Universidade de Stanford, descartou mais rodadas de investimento no futuro imediato da Bitso.

“Estamos realmente focados em continuar a crescer neste negócio, mas por enquanto não há necessidade de levantar mais capital”, disse ele.

Fundos como Cometa, Pantera, Coinbase Ventures, QED Investors, Kaszek, Tiger Global, Coatue e Bond investiram na Bitso até o momento.

Por Reuters

Deixe um comentário