GetNet (GETT11): lucro líquido de R$ 92,333 milhões no 1T22, alta de 64%

LinkedIn

A Getnet, empresa de maquininhas de cartões, anunciou lucro líquido consolidado de R$ 92,3 milhões no primeiro trimestre de 2022, o que representa uma alta de 64% ante o apurado um ano antes.

Segundo a empresa, o resultado foi impulsionado pelo crescimento das receitas, positivamente impactado pelo crescimento do faturamento e volumes de antecipação, efeito parcialmente atenuado por aumento nas despesas com vendas, operacionais e administrativas, principalmente devido a investimentos no Canal Independente e aumento do quadro de funcionários.

A receita líquida do primeiro trimestre atingiu R$ 816 milhões, um crescimento de 36% comparado ao igual etapa do ano passado, explicada pelo aumento no faturamento, maior representatividade do crédito, expansão do varejo no mix de faturamento.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – totalizou R$ 287 milhões, um aumento de 25% comparado ao 1T21, com uma margem de 47% representando um ganho de aproximadamente 2 p.p.

As receitas de prestação de serviços no primeiro trimestre de 2022 atingiram R$ 483 milhões, um crescimento de 52,4% comparado ao 2021, explicadas por aumento do TPV (Volume Total de Pagamentos, em português) no período; maior da representatividade do crédito; crescimento dos volumes de antecipação; e expansão do varejo no mix de faturamento.

O volume de pagamentos processados (TPV) ficou em R$ 109,6 bilhões no primeiro trimestre, com alta anual de 26% e queda trimestral de 9%. A base de clientes ativos (com transações nos últimos 90 dias) ficou em 861,2 mil, com baixa anual de 2% e trimestral de 3%. O número de maquininhas (POS) ativos ficou em 2,2 milhões, com alta de 9% em 12 meses ee estabilidade no trimestre.

Esse desempenho é explicado principalmente pelo crescimento das receitas, impulsionado pelo crescimento do volume transacionado (TPV) no período, maior representatividade do crédito, aumento no volume antecipado e eficiente controle nos custos. Efeitos que foram parcialmente atenuados pelo aumento no SG&A da Companhia, principalmente devido a investimentos no Canal Independente e aumento do quadro de funcionários, ambos com foco central no crescimento acelerado da companhia.

O resultado financeiro nos primeiros três meses do ano foi positivamente impactado pelos maiores volumes de antecipação, encerrando o trimestre com um resultado de R$ 14 milhões, ante resultado negativo de R$ 4 milhões de igual trimestre de 2021.

As despesas gerais e administrativas fecharam o trimestre em R$ 161 milhões no 1T22, aumento de 43% frente ao 1T21, explicado pelo crescimento de 6% no quadro de funcionários; reajuste nos planos de saúde dos colaboradores; aumento dos gastos com Força de Vendas Externa; investimentos em mesas ágeis e a projetos estruturantes de TI; e pela maior depreciação do 1T22 devido à conclusão de projetos que foram finalizados em dez/21 e passaram a ser depreciados em jan/22.

As despesas de intermediação financeira somaram R$ 82,405 milhões no 1T22, contra R$ 13,7 milhões da mesma etapa de 2021.

O prejuízo bruto de intermediação financeira totalizou R$ 60,1 milhões nos três primeiros meses de 2022, um crescimento de 704% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

O resultado operacional do trimestre da companhia cresceu 102,2% quando comparado ao mesmo período de 2021.

A carteira de ativos da companhia atingiu R$ 55,722 bilhões no primeiro trimestre de 2022, avanço de 0,02% sobre o total do mesmo período do ano passado.

A antecipação de recebíveis ficou em R$ 33,3 bilhões no primeiro trimestre, com alta anual de 34% e trimestral de 4%. O spread na antecipação ficou em 0,57%, de 0,55% no quarto trimestre e 0,65% no primeiro trimestre de 2021.

Os resultados da GetNet (BOV:GETT11) referentes suas operações do primeiro trimestre de 2022 foram divulgados no dia 04/05/2022. Confira o Press Release!

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

 

Deixe um comentário