Dólar fecha em alta, com o risco fiscal e o ruído político mais uma vez pesando sobre os negócios

LinkedIn

O dólar seguiu em trajetória ascendente nesta sexta-feira, descolado do cenário externo, com o risco fiscal e o ruído político mais uma vez pesando sobre os negócios. O mercado recebeu mal a declaração do senador Fernando Bezerra, relator da PEC dos Combustíveis, de que o impacto fiscal total da proposta subiu de R$ 29,6 bilhões para R$ 34,8 bilhões fora do teto de gastos.

A PEC agora inclui o aumento do Auxílio Brasil, de R$ 400 para R$ 600, o voucher de R$ 1.000 para os caminhoneiros e a elevação do vale-gás. Também incomodou a informação de que Bolsonaro aprovou a lei do teto do ICMS sobre combustíveis, mas vetou os trechos incluídos pelo Senado para compensar a perda de arrecadação dos Estados.

Na seara política, a surpresa veio da divulgação de uma gravação entre Milton Ribeiro e a filha, sugerindo que o ex-ministro foi avisado por Bolsonaro de que seria alvo de busca e apreensão pela Polícia Federal. Dados os indícios de interferência do presidente, o Ministério Público decidiu encaminhar o caso para o STF.

Lá fora, o dólar operou em baixa diante dos pares, com o aumento do apetite por risco dos investidores após a divulgação de uma série de dados nos EUA e Europa. Destaque para as vendas de moradias novas nos EUA, que tiveram forte expansão de 10,7% em maio ante abril, resultado melhor que o esperado pelos analistas.

Pela manhã, James Bullard, do Fed de St. Louis, reiterou sua visão de que a atividade no país ainda demonstra resiliência e afirmou que os juros devem atingir 3,5% nos EUA até o fim do ano.

O dólar fechou em alta de 0,44%, a R$ 5,2527, depois de oscilar entre R$ 5,2055 e R$ 5,2760. Na semana, a moeda acumulou alta de 2,11%. Às 17h10, o dólar futuro para julho avançava 0,30%, a R$ 5,2680. Lá fora, o DXY recuava 0,30%, a 104,099 pontos, enquanto o euro subia 0,31%, a US$ 1,0554, e a libra ganhava 0,17%, a US$ 1,2279.

Data Compra Venda Variação Variação
01/06/2022 4,8036 4,8041 1,084% 0,0515
 2/06/2022 4,788 4,7885  -0,325% -0,0156
3/06/2022 4,7782 4,7787 -0,205% -0,0098
6/06/2022 4,7957 4,7962 0,366% 0,0175
7/06/2022 4,8737 4,8742 1,637% 0,0785
8/06/2022 4,8891 4,8901 0,326% 0,0159
9/06/2022 4,9151 4,9156 0,522% 0,0255
10/06/2022 4,9881 4,9886 1,485% 0,073
13/06/2022 5,1141 5,1151 2,536% 0,1265
14/06/2022 5,1333 5,1343 0,375% 0,0192
15/06/2022 5,0255 5,026 -2,109% -0,1083
17/06/2022 5,1433 5,1443 2,354% 0,1183
20/6/2022 5,1857 5,1862 0,815% 0,0419
21/02/2022 5,1532 5,1537 -0,627% -0,0325
22/06/2022 5,1761 5,1771 0,454% 0,0234
23/06/2022 5,2293 5,2298 1,018% 0,0527
24/06/2022 5,2517 5,2527 0,438% 0,0229

💵 Está pensando em viajar? Faça a conversão de moedas gratuitamente!

🇧🇷 – US$ 1 = R$ 5,25

🇪🇺 – US$ 1 = €$ 0,94

🇬🇧 – US$ 1 = £$ 0,81

Gráficos GRATUITOS na br.advfn.com

(Com informações da BDM, UOl e Agencia CMA)

Deixe um comentário