ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

Blockchain.com demite um quarto de sua força de trabalho e fechará escritório na Argentina

LinkedIn

A Blockchain.com anunciou na quinta-feira (21) que estava reduzindo um quarto de sua força de trabalho global, divulgaram várias fontes.

A exchange de criptomoedas com sede em Luxemburgo cresceu rapidamente durante o mercado em alta, contratando 450 novos funcionários ao longo de 16 meses.

Como o mercado em baixa continua causando estragos, a empresa decidiu reverter o curso, demitindo aproximadamente 150 de seus 600 funcionários.

A maioria dos funcionários afetados (44%) está na Argentina, onde a Blockchain.com planeja fechar sua sede.

Fora da Argentina, 26% da força de trabalho está localizada nos Estados Unidos, 16% no Reino Unido e o restante em outros países.

Blockchain.com não conseguiu domar o urso

A exchange de criptomoedas destacou o severo mercado de baixa e a necessidade de engolir danos financeiros.

A Blockchain.com divulgou recentemente uma perda de US$ 270 milhões resultante de seu empréstimo ao problemático fundo de hedge Three Arrows Capital. Um tribunal das Ilhas Virgens Britânicas ordenou a liquidação da Three Arrows no mês passado.

A empresa aparentemente recebeu a maior parte de sua demanda dos Estados Unidos, Reino Unido e mercados africanos, por isso diz que encerrar seu escritório na Argentina é uma tática de consolidação.

É um desenvolvimento decepcionante para uma das empresas mais antigas do ramo de criptomoedas. Em 2011, começou como o primeiro explorador de blockchain de bitcoin e, posteriormente, começou a vender serviços de carteira e câmbio de criptomoedas. A Blockchain.com atingiu recentemente uma avaliação de 14 bilhões.

Trabalhadores demitidos não serão deixados no frio

Dependendo de seu país de origem, todos os funcionários demitidos receberão entre quatro e 12 semanas de indenização e auxílio para colocação de um terceiro.

Como parte de um pacote de medidas destinadas a fortalecer a posição de longo prazo da empresa, os salários dos CEOs e executivos foram reduzidos.

De acordo com a Crunchbase, desde sua fundação em 2011, a Blockchain.com levantou um total de US$ 490 milhões em sete rodadas de arrecadação de fundos.

Além disso, a empresa está reduzindo seus negócios de empréstimos institucionais, interrompendo todas as fusões e aquisições, suspendendo os esforços de expansão na indústria de jogos e diminuindo o tamanho de seu mercado NFT.

A Blockchain.com não é a única empresa a reduzir sua força de trabalho durante o mercado de baixa mais recente. Todos os três Crypto.com, BlockFi e Coinbase foram forçados a demitir funcionários.

O Dallas Cowboys da NFL fechou um acordo de patrocínio com o Blockchain.com em abril, antes do colapso do ecossistema de stablecoin Terra/Luna. A sede da Blockchain.com está localizada em Miami, Flórida, que aspira se tornar um refúgio para negócios baseados em blockchain.

Com informações de Bitcoinist

Deixe um comentário

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br