Coluna do TradingView: Mercado opera em passo de espera

LinkedIn

Mesmo após IPCA-15 sinalizando uma diminuição na inflação, mercado entende que a diminuição é artificial e aguarda pacientemente a comitiva de política monetária dos EUA marcada para amanha. Confira os estudos dos analistas do TradingView para essa semana.

Caique Stein

Tecnicamente, a VALE3 vem apresentando uma tendência de baixa (topos e fundos descendentes) no médio prazo (gráfico semanal). Essa semana o papel começou apresentando alta de 1,8%, mas sendo um movimento de alta contra a tendência.

Sendo otimista, caso esse movimento de correção prossiga por mais algumas semanas, é possível que o ativo busque um nível de resistência mais acima, no patamar dos 78,00 (faixa vermelha). Contudo, acredito que a tendência vigente seja forte o suficiente para frear esse movimento de alta por ali , e em seguida, apresentar um novo sinal baixista (topo descendente), direcionando o preço do ativo para a região de suporte mais relevante, em 62,00 (faixa verde). Caso esse sinal ocorra, recomendo uma venda após a perda da mínima gerando o topo, com um stop de proteção acima da máxima. Essa operação de venda, teria uma relação risco x retorno mais favorável do que abrir uma venda neste momento pelo gráfico semanal.

Caso o repique de alta até a resistência não ocorra, será necessário utilizar o gráfico diário para procurar oportunidades de entrada na ponta vendedora, para buscar a região dos 62,00. Isso porque, através do gráfico diário seria possível posicionar o stop da operação mais bem protegido, acima de uma média ou topo/fundo anterior. Após o teste na região dos 62,00, é possível finalizar a posição vendida e olhar para operações de compra, na intenção de buscar uma reversão de tendência. (Ver o gráfico dinâmico).

Grafistas

Ações Via Varejo seguem em tendência de baixa no gráfico semanal. O indicador mais importante que nos auxilia no rastreamento da tendência são as médias móveis.

No gráfico, temos a média móvel aritmética de 20 períodos (amarela). Veja como os preços vão até ela e logo após retomam o movimento de queda. Ela serve como uma LTB (linha de tendência de baixa). Quando os preços rompem acima dessa média, consideramos a tendência de baixa perdida.

Então, enquanto preços se manterem abaixo da MMA 20, a tendência de baixa continua. Há ocasiões em que os preços caem muito forte num curto espaço de tempo e com isso se afastam muito da média, deixando ela “para trás”. Quando isso ocorre, os preços andam de lado até a média, no que a literatura chama de “movimento de consolidação”. Então, nem sempre os preços vão seguir em queda, mas andam de lado de tempos em tempos até alcançar a média. Outro indicador importante que nos auxilia nessa leitura são as bandas de bollinger , que, uma vez “empurradas” para baixo, reforçam a leitura da tendência de baixa.

Por fim, o indicador que conclui a leitura da tendência é o DMI, onde, podemos ver que oDI- (linha vermelha) está acima do DI+ (linha verde). Enquanto o DI- mantiver acima, indica permanência da tendência de baixa. Somados esses indicadores, temos uma visão completa e eficaz da tendência de baixa em #VIIA3, que ainda continua. (Ver o gráfico dinâmico).

Lino Canonico

Os vendedores da SULA11 vem apresentando diversos impulsos que regulam ainda a LTB definida desde o começo de Abril.

Visualizando em uma perspectiva no histórico da análise gráfica, após uma forte LTB formada, o papel se recuperou exatamente na retração de 61,8% de Fibonacci. Em seguida, o movimento de baixa continuou com diversos pullbacks não tão expressivos chegando até o nível de 100%.

Depois do falso rompimento e a formação da faixa de negociação no começo desse mês de Julho, os vendedores retornaram com força para dar continuidade nos movimentos baixistas. Todavia, nos últimos dias os compradores demonstraram um boa força, empurrando o ativo e desconfigurando a LTB formada. Por isso realizei a projeção de Fibonacci para os compradores até os alvos de R$ 23,28, lembrando que o compradores podem ainda conquistar alvos maiores. (Mais sobre Sul America).

Victor ED

Temos um canal de leve alta um tanto lateral na Arrival stock, podendo ser uma boa oportundiade de operação, sempre com muita atenção no fluxo de volume dos players.

As extremidades do canal são regiões onde podem haver defesas ou saídas de players que compraram no meio do movimento. Tal interpretação é importante para negociar players que serão parceiros involuntários do movimento em sua saída de prejuízo (stop). (Ver a análise na íntegra).

Disclaimer: As análises aqui apresentadas são apenas estudos. Elas não são recomendações de investimento, nem de compra nem de venda, tampouco refletem a opinião do veículo de mídia na qual estão sendo divulgadas. São estudos direcionados a pessoas com conhecimento e experiência no mercado financeiro.

Nossos Autores: Caique SteinGrafistas, Lino Canonico e VictorEDBR

Deixe um comentário